terça-feira, 25 de abril de 2017

Perto de 40 executivos da OAS querem delatar

Já são mais de 20 os executivos da OAS que devem aderir ao acordo de colaboração da empreiteira com a Lava Jato, além do ex-presidente da empresa, Léo Pinheiro, e de seus acionistas.
A conta pode chegar a quarenta, segundo pessoa familiarizada com as tratativas.
O advogado Antonio Claudio Mariz de Oliveira assumiu a defesa do colega Roberto Teixeira (que advoga para Lula) no caso da compra de um terreno para o instituto Lula e de um apartamento vizinho ao do petista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário