quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

No Recife, documento da Assembleia de Deus proíbe jovens de namorar

Assembleia de Deus de Pernambuco confirma veracidade do documento que proíbe namoros / Foto: divulgação

Um documento redigido pela Igreja Assembleia de Deus de Pernambuco chama atenção por um trecho no qual decreta que os jovens não estão "autorizados" a namorar. O documento é assinado pelo pastor Ailton José Alves e pela coordenação do Departamento Adolescente da igreja.

Uma foto que mostra o trecho em questão tem circulado nas redes sociais e gerado polêmica. Enquanto alguns defendem que o texto não é verdadeiro, outros questionam até que ponto vai o poder da igreja nesse campo pessoal. Procurada para esclarecer a questão, a assessoria de comunicação da Assembleia de Deus de Pernambuco confirmou que o documento existe, mas disse que não irá se pronunciar sobre a proibição.

O texto que se destaca e tem gerado discussões diz o seguinte: "Adolescentes componentes da união, NÃO ESTÃO AUTORIZADOS A NAMORAR. Os que insistirem devem ser encaminhados ao Presbítero e ao Coordenador da área que já estão devidamente orientadas como proceder".


Assembleia de Deus diz que usou o termo errado

Através de sua assessoria, a Assembleia explicou apenas que o uso do termo "não estão autorizados" foi usado de maneira incorreta. O correto, para eles, seria afirmar que os jovens devem ser desaconselhados a namorar com o intuito de evitar situações de promiscuidade, ou até mesmo uma gravidez indesejada. 

Outro esclarecimento é que o documento não é distribuído aos fiéis da igreja. Ele é de uso interno e tido como base para orientar pais que estejam notando um comportamento inadequado de seus filhos. Tais orientações, por exemplo, são mais comuns em tempos de grandes festividades - como o carnaval - como forma de alerta para as possíveis "tentações." (NE10)


Nenhum comentário:

Postar um comentário