sábado, 24 de dezembro de 2016

ERALDO DE PEDRA PRETA: A FORÇA QUE VEM DO POVO !!!


A política, esta ferramenta de transformação, que a cada dia se desgasta mais na opinião popular, aqui, aculá vem dando sinais de que nem tudo tá perdido, pois novos quadros vem surgindo e no meio da multidão sempre se renovam esperanças em lideranças que trazem em sua alma a vontade de trabalhar por seu povo!

Em Taquaritinga do Norte, essa história se repete! Diante da maior renovação já ocorrida na Casa Legislativa Miguel Lucas de Araújo, um nome vem fazendo história: o vereador Eraldo de Pedra Preta, que de azarão em 2012 passou ao posto de mais votado da história da Dália da Serra em 2016, com uma expressiva votação que dava pra eleger dois vereadores!

Calabar de raiz, de ex-cabo eleitoral de Zeca e da vereadora Rogéria, Eraldo partiu para vôos maiores, acreditou na força de seu trabalho na área de saúde e contrariando a tudo e a todos se elegeu em 2012 para seu primeiro mandato, onde pautou suas ações voltadas para a saúde e especialmente para o homem do campo.

Mesmo diante da consagradora votação, os esforços de Eraldo diariamente se multiplicam e o vereador partirá para o seu maior desafio: conquistar a presidência da câmara de vereadores de Taquaritinga, tendo pela frente conquistar os votos de seus colegas de bancada Rogéria (em quem votou para presidente em 2013), Demir (vereador liderado pelo prefeito Evilásio), dos estreantes Oscar Miguel e João Eugênio e do outro pré-candidato Geovane (em quem Eraldo votou em 2015), que tenta a reeleição brincando de ser o Guilherme Uchoa de Taquaritinga!        

Com muita humildade, Eraldo já conta com o apoio do seu colega de bancada professor Jurandir e espera que os demais vereadores do grupo, sejam o que ele sempre foi: Calabar, e reconheçam os seus méritos, o seu trabalho, o seu espólio político emergente, o principalmente o seu trânsito com a oposição, que já deu claros sinais que pode marchar em prol do seu nome e impor a Lero sua primeira derrota, caso Geovane mantenha a sua candidatura e ocorra o bate chapa, situação natural, que o diga Geovane, que se elegeu presidente graças aos votos dos vereadores até então oposicionistas Cinthia e Demar.

A hora da onça beber água está chegando e várias perguntas não querem calar! Porque reeleger Geovane? Porque Eraldo por sua história e sua votação consagradora não merece ser o presidente? Por reconhecimento ao trabalho, quem merece mais a presidência: Eraldo ou Geovane? Existem acordos de bastidores que possam assegurar votos para Geovane? Como vão se comportar Lero, Evilásio e Zeca nessa disputa? Geovane e Rogéria irão retribuir os votos que Eraldo deu a eles? Vale a pena iniciar um ciclo de reeleições na câmara? Qual será a posição da oposição? Vale a pena o grupo Calabar rachar no início da gestão Lero por causa da disputa? Quem viver verá!  (Alberes Xavier)

Nenhum comentário:

Postar um comentário