quinta-feira, 9 de junho de 2016

Mais uma manobra para livrar Cunha da forca

Parlamentares denunciam mais uma manobra no processo de cassação do presidente afastado da Câmara
O Globo -  O PR trocou dois deputados da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) nesta quarta-feira. Saem os deputados Jorginho Mello (PR-SC) e Paulo Freire (PR -SP) como titulares da comissão e entram dois deputados que são votos certos a favor de Cunha no Conselho de Ética: Laerte Bessa (PR-DF) e Wellington Roberto (PR-PB). As trocas acontecem na semana em que a comissão se prepara para discutir e votar a consulta, feita por aliados de Eduardo Cunha, e abre brecha para tentar salvá-lo da cassação no plenário da Casa.
O deputado Jorginho Melo reclamou em plenário.
— Fui substituído sem consulta, sem informação — disse Mello.
A informação provocou revolta em outros integrantes da CCJ
— Esse é um precedente inédito. Muito grave, cheira mal. Melo é um deputado assíduo, não tem justificativa — criticou o deputado Esperidião Amin (PP-SC).

Nenhum comentário:

Postar um comentário