quinta-feira, 9 de junho de 2016

Atentados deixam ao menos 23 mortos no Iraque

Dois ataques suicidas foram cometidos na capital Bagdá.
No mais violento, pelo menos 19 pessoas morreram e 62 ficaram feridas.
Da Agência Efe

No ataque mais violento, pelo menos 19 pessoas morreram e 62 ficaram feridas (Foto: Khalid al Mousily/Reuters)
No ataque mais violento, pelo menos 19 pessoas morreram e 62 ficaram feridas (Foto: Khalid al Mousily/Reuters)
O ataque aconteceu próximo da sala de cinema "Al Beidaa" e também causou danos materiais em edifícios e veículos próximos.


Suicida ao volante de um carro-bomba detonou os explosivos no bairro de Nova Bagdá, no sudeste da capital. (Foto: Khalid al Mousily/Reuters)
Suicida ao volante de um carro-bomba detonou os explosivos no bairro de Nova Bagdá, no sudeste da capital. (Foto: Khalid al Mousily/Reuters)
A emissora de televisão "Al Sumaria" mostrou imagens do local do atentado, nas quais era possível ver uma grande coluna de fumaça causada pela explosão. O segundo atentado foi contra um quartel militar na região de Al Taji, 30 quilômetros ao norte de Bagdá, e causou a morte de pelo menos quatro soldados e ferimentos em outros 11.

O ataque foi cometido por um suicida que levava consigo um cinturão de explosivos e os detonou perto da entrada das instalações militares. Nas últimas semanas, coincidindo com o aumento do assédio das forças de segurança aos jihadistas nas cidades de Faluja e Mossul, vários ataques foram registrados contra mercados e cafés populares em várias cidades do país, reivindicados em sua maioria pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

No dia 17 de maio, pelo menos 36 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em uma nova onda de atentados com a marca do EI em Bagdá, que sofreu nesses dias a pior série de ataques do ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário