quarta-feira, 25 de maio de 2016

Diogo Moraes dá detalhes sobre a implantação do projeto “Expresso Cidadão da Moda” para o Polo de Confecções

Diogo Moraes
Foto: Blog do Ney Lima (Arquivo).
Na manhã desta terça-feira (24), o deputado estadual Diogo Moraes falou no programa Rádio Debate da Polo FM, sobre a reunião que aconteceu na Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), que participaram representantes de entidades ligadas ao Polo de Confecções do Agreste, que tratou da problemática fiscal envolvendo o Polo.
Diogo Moraes citou a sua preocupação em regularizar a situação dos confeccionistas.

Diante da situação, detectamos a situação que ocorreu a semana passada, e a fiscalização não é nada especifico para Santa Cruz e Toritama, mas sim para as transportadoras de todo o estado. Mas diante dos avanços, agora se deparamos com esse outro problema que já havíamos detectado há um bom tempo, que é sempre o problema das saídas de mercadorias, tanto para os mais humildes, atravessadores e algum tipo deles, que não conseguem emitir nota”.

Durante a sua entrevista, o deputado falou dos detalhes que foram discutidos na reunião e falou da ação e criação do projeto “Expresso Cidadão da Moda”.

Foi uma discussão por mais de 7 horas e tudo que foi discutido foi entrado em acordo com o governo do estado e associação de guia e representantes do polo. Primeiro foi resolvido a situação pontual dos caminhoneiros que estão aqui há dez dias e já foi resolvido junto com a Sefaz. Logo após estive com o governador Paulo Câmara, fomos pra esse debate, que regulamenta a saída de mercadorias, ele (Paulo Câmara) pediu celeridade para a implantação do Expresso Cidadão da Moda, que deverá reduzir o número de apreensões por irregularidades”.

Segundo Moraes, o Expresso Cidadão da Moda será um local, onde as pessoas com mercadorias poderão emitir suas notas e pagar os impostos. O mesmo completou sobre os próximos procedimentos a serem feitos.

Essa lei será tanto para o Parque das Feiras, quanto para o Moda Center que já deram sinais positivos para a utilização desse espaço e, no máximo até a próxima sexta-feira haverá uma reunião para que possamos definir e fazer a lei” – completou o deputado estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário