quarta-feira, 13 de abril de 2016

Morto com suspeita de H1N1 é de Santa Cruz do Capibaribe

10708708
Foto: Divulgação / Blog do Ney Lima
O primeiro caso de morte suspeita de H1N1 é de um caminhoneiro que residia em Santa Cruz do Capibaribe. André Rari tinha 38 anos e residia no Bairro Novo, faleceu na última segunda-feira (11) e foi sepultado na tarde desta terça-feira (12).
De acordo com familiares, André estava internado há duas semanas no Hospital Santa Efigênia em Caruaru.
A unidade hospitalar confirmou a suspeita, mas disse que apenas a Secretaria Estadual de Saúde (SES) pode confirmar se a morte foi provocada pela gripe.
André Rari
Caso está sob investigação
Um parente da vítima participou por telefone do Programa Cidade Notícia, veiculado pela Rádio Polo FM, na manhã desta quarta-feira (13), e falou sobre as suspeitas dos médicos. Ele afirmou ainda que outras duas pessoas residentes em Santa Cruz estão internadas no mesmo hospital com sintomas semelhantes a doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário