quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Estado do Piauí registra 82 homicídios em dezembro; muitas vítimas da droga

morte-armas-de-fogo-para-Tailandia-portal-tailandia
Imagem Ilustrativa
Saiu o mapa da violência no Estado. Os dados são do Sindicato dos Policiais Civis(SINPOLPI): o Piauí registrou 82 homicídios no mês de dezembro. Só na capital, Teresina, foram 44 mortes, enquanto que o interior ficou com 38. DE acordo com as informações, as vítimas são 19 pessoas com passagens pela Polícia, 11 estudantes, 6 lavradores e 35 outros. Para matar, os criminosos utilizaram 44 armas de fogo, 25 armas brancas, 11 tipos de instrumentos diferentes (paus, pedras, etc), sendo que, duas mortes foram praticadas pro objetos não identificados.
TERESINA
O Mapa mostra que, em Teresina, a região mais violenta no quesito homicídio é a zonal sul com 15 mortos. Zona leste registrou 14 mortos, zona norte 10 e sudeste 5. Todos esses crimes estão sendo investigados pela Delegacia de homicídios. Alguns já esclarecidos.

PARCERIA
Neste 3ª feira, o procurador Geral de Justiça, Cleandro Moura anunciou a criação do Grupo de Controle Externo das Policias Civil e Militar. Esse Grupo vai acompanhar de perto as ações da PM e da Policia Civil nos quesitos operacional e investigação.

GAECO VAI FUNCIONAR
Além do Grupo de Controle, o Procurador informou que vai entrar em ação pelo Ministério Público, o GAECO – Grupo de Apoio e Combate ao Crime Organizado – instrumento que existe em todos os Estados. Esse setor fará parceria com o segmento de inteligência da Polícia.

MOURA SECRETÁRIO
Ex-Delegado de Polícia, o desembargador Edvaldo Moura disse a coluna que está se preparando para ser secretário de Segurança do Estado quando se aposentar em 2018. Ele diz ter um plano, que reduzirá a criminalidade em 40% num curto prazo de 90 dias.

CRÍTICA
Moura advertiu: “a culpa não é nem do secretario, nem do comandante”. Criticou a situação da PM e da Policia Civil, para ele, deplorável. “O nosso aparelho policial precisa urgentemente de pessoas e equipamentos. Se continuar assim, vamos perder sempre”

PONCIO PILATOS
Líder político da família, o deputado Fernando Monteiro lavou as mãos. Não vai mais se meter na briga dos seus sobrinhos por uma vaga na Câmara Municipal. E para provar, lançou o filho, Marcos Monteiro presidente do PRTB para a vereança.

DESISTÊNCIA
O vereador Carlos Filho(PTB), comunicou aos colegas na Câmara que não vai para a reeleição. Ao saber da notícia, seu primo, Alberto Monteiro Neto se filiou ao PTC do deputado Evaldo Gomes e vai entrar na briga com os outros primos Marco Aurélio(PRB) e Marcos Monteiro(PRTB).

GERAÇÃO INTERNET
O elevado índice de candidatos do Enem que tirou zero na redação é a turma da Internet. São os analfabetos funcionais que vivem 24 horas por dia conectados, mas nunca fizeram uma pesquisa de nada. É a geração digital que lê, mas não sabe interpretar o texto.

DR. MAZIN, DR. ZEZIM
O deputado Dr. Pessoa é conhecido no médio Parnaíba com Dr. Zezim. O médico Lindomar Lopes Sena, o Dr. Mazin atuava também naquela região e morreu no sábado vítima de um infarto. Pois confundiram e espalharam que quem tinha morrido era o Dr. Zezim.

PRÉVIA NO DEM
O Democrata de Teresina vai fazer uma prévia para escolher o seu candidato a prefeito da capital. Dois nomes estão postos: a médica Adriana Souza e o jornalista Telsírio Alencar. A escolha será dia 25 de fevereiro, logo após caírem as máscaras do carnaval.

PRB TEM TRÊS NOMES
O PRB de Teresina tem três nomes para prefeito. É o que informa seu presidente, vereador Pastor Levino. São eles: o médico marco Aurélio, o cantor e atual vice-prefeito de São Bernardo(SP), Frank Aguiar e o apresentador e radialista Beto Rego.

INVESTIMENTO
A notícia está no jornal Estado de São Paulo. Os londrinos vão investir em energia Eólica bno Brasil. A empresa inglesa Cubico Sustainaible comprou dois projetos através dos quais vai aplicar R$ 2 bi. Um em Pernambuco e outro no Piauí, Ventos Araripe.

NOTAS & NÓTULAS
*Quem diria, os deputados Robert Rios e Marden Menezes agora estão juntos na cidade de Piracuruca.

*Em menos de dois meses o Instituto de Terras do Piauí recebe pedidos de legalização de 682 mil hectares. Isso faz parte do programa de regularização fundiária(Lei 6.609/2015). (180graus)

Nenhum comentário:

Postar um comentário