quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Depoimento de Dirceu na Lava Jato preocupa PT

O depoimento do ex-ministro José Dirceu à Justiça Federal do Paraná, marcado para amanhã, em Curitiba, se transformou em mais um motivo de preocupação para a cúpula do PT.

O temor é de que, para se defender das acusações de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, Dirceu aponte o partido como responsável por indicações na Petrobras, o que abriria um novo flanco de investigação contra dirigentes e ex-dirigentes petistas.

Até ontem, era consenso no PT que Dirceu não incriminaria diretamente outros nomes. Ao apontar o partido como responsável pelas indicações, ele apenas colocaria em prática uma nova estratégia de defesa, avaliavam os petistas. No entanto, o depoimento do ex-ministro poderá, nesse caso, abrir um novo caminho para a investigação relativa ao partido.
Outro temor é de que Dirceu utilize um de seus ex-assessores e amigos que também são alvos da operação para apontar novos nomes. Esse receio cresceu nos últimos dias após o depoimento do empresário Fernando Moura, conhecido no partido pela sólida amizade com José Dirceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário