quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Em nota, Allan Carneiro rebate Diogo Moraes: “Irresponsável é prometer obras e prazos que nunca são cumpridos”

car
Do Blog do Ney Lima

O síndico do Moda Center Santa Cruz, Allan Carneiro, publicou nota na página pessoal do seu Facebook, nessa quarta-feira (16), rebatendo o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), quanto a questão hídrica do município.

 “Quanto à declaração dada pelo deputado Diogo Moraes (PSB), esclareço e reforço o que disse anteriormente: até agora, não existe licitação e não existe obra”, diz trecho inicial da nota.


Em entrevista ao Programa Cidade em Foco, na terça-feira, o parlamentar afirmou que Allan ‘não tinha conhecimento sobre o assunto’ e seria um ‘ato irresponsável’, criticar algo sem conhecimento.

O síndico afirma que acompanha o tema de perto e critica prazos não cumpridos, citando promessas realizadas em Audiência Pública.

“A meu ver, irresponsável é prometer obras e prazos que nunca são cumpridos, como as mentiras que foram ditas na audiência pública, no último 28 de agosto, quando o representante da Compesa ‘assegurou’ naquela sexta-feira que a água do Prata chegaria na segunda-feira seguinte; e que o projeto do Pirangi já estava pronto e aprovado pelo Banco Mundial”, diz Alan, no texto.


Segundo Diogo, o que está parado é a Adutora do Agreste e a transposição do Rio São Francisco.

“Essa adutora do Rio Pirangi começou um trabalho em setembro de 2014, para fazer projeto básico e projeto executivo”, disse.


Para Allan, a Compesa busca apenas uma forma de “ganhar tempo”, e reafirma que visitou açudes e barragens da região, acrescentando que ‘existe água, mas não obra para trazer para Santa Cruz’.

“Sobre o deputado ter afirmado que eu não sei o que digo. Informo ao mesmo que visitei pessoalmente as ETAS de Caruaru, os principais açudes da região, o sistema Camevô, a grande barragem de Serro Azul – que encontra-se com obras inacabadas, participei da Audiência Pública em agosto, da reunião com o Ministério Público, tanto em Santa Cruz do Capibaribe quanto em Recife, de reuniões na Compesa em Recife e em Santa Cruz do Capibaribe e afirmo, de forma categórica, que existe muita água em muitos desses locais que visitei, o que não existe até agora é obra pra trazê-la”, diz.


Ele finaliza dizendo que continuará acompanhando a questão.

“Reitero que continuarei acompanhando esse processo, mesmo não sendo bem compreendido por parte de alguns. Eu realmente espero que o projeto saia do papel e, quando isso acontecer, terei a serenidade de reconhecer as pessoas que contribuíram para tal”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário