quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Renan reúne líderes para discutir prisão de Delcídio

Do Blog do Josias
Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, reunirá os líderes partidários e membros da Mesa Diretora da Casa para analisar o posicionamento a ser adotado pelo Senado diante da inédita prisão do colega Delcídio Amaral (PT-MS). A reunião ocorrerá ainda hoje.
Delcídio foi preso por ordem do STF, sob a acusação de tentar silenciar o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, oferecendo-lhe dinheiro e um plano de fuga para que não fizesse delação premiada na Operação Lava Jato.
Também investigado pelo Supremo por suspeita de envolvimento nos desvios da Petrobras, Renan foi informado sobre a novidade no início da manhã. Avisou-o, pelo telefone, o procurador-geral da República Rodrigo Janot.
O comandante do Senado aguarda o envio pelo STF dos documentos que fundamentaram a prisão de um senador da República em pleno exercício do mandato. Reza a Constituição que a decisão terá de ser confirmada pelo Senado.
No final da manhã, Renan mandou divulgar uma nota oficial. Vai abaixo a íntegra:
“O presidente do Senado Federal, Senador Renan Calheiros (PMDB-AL), foi informado, no início da manhã desta quarta-feira (25), pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) acerca das diligências envolvendo o senador Delcídio do Amaral (PT-MS).
O Senado Federal aguarda a remessa das informações pelo STF, segundo o que estabelece a Constituição Federal em seu artigo 53. Posteriormente, o Senado Federal adotará as medidas que entender necessárias.
O presidente do Senado vai reunir os líderes partidários e a Mesa Diretora. Durante o dia, a presidência do Senado Federal atualizará as informações”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário