quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Quatro bandidos assaltam posto de combustíveis em Caruaru. O dono sai em perseguição. Atropela dois e mata um.

No final da manhã desta terça-feira (03), quatro marginais foram a um posto de combustíveis na BR 232 em Caruaru, onde renderam todo mundo e assaltaram o estabelecimento. Além de dinheiro, eles ainda roubaram um computador do escritório do posto e a motocicleta Honda Pop 100, de um dos frentistas.
Após cometerem o roubo, os quatro bandidos fugiram, sendo que dois em cada moto, sentido São Caetano, mas o dono do posto pegou sua picape Frontier preta e foi atrás deles. Próximo ao Hotel Village, colidiu na traseira de uma das motos e os ocupantes, Valdemir Cecílio Mendes Barbosa, vulgo b>“Kiko” de 21 anos, que morava em Gravatá, morreu no local e o seu comparsa, Wanderson Januário Gomes, de 25 anos, que disse residir no bairro Maria Auxiliadora, em Gravatá, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital Regional do Agreste (HRA), onde deu entrada consciente e está custodiado pela Polícia Militar. Quando receber alta médica será recolhido á Penitenciária Juiz Plácido de Souza. Dos dois marginais que conseguiram fugir Vanderson Luiz da Silva, que é irmão do Wanderson, que está no HRA.
Valdemir, morreu no local.







Wanderson, está internado no HRA e quando sair vai ser levado ao presídio.

A moto usada pela dupla, uma Honda Bros vermelha, placa PGT-7470 de Caruaru, consta no sistema como roubada ou furtada e no local os agentes Edward e Joel Pereira da Polícia Rodoviária Federal (PRF), encontraram dois revólveres calibre 38 com 5 munições ao todo, pertencentes aos assaltantes.
O motorista que colidiu na moto dos marginais, se evadiu do local, temendo alguma represália, mas mandou o seu advogado que o apresentou no plantão da 1ª DP, onde o mesmo prestou depoimento e foi liberado. O corpo do Valdemir, foi encaminhado para o IML e será liberado na manhã desta quarta-feira (04).
As informações são do Blog do Adielson Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário