sábado, 28 de novembro de 2015

Mané Garrincha e Walmart: escândalos em Brasília

Renato Riella
Andrade Gutierrez e Walmart são duas grandes empresas que estão confessando haver pago subornos relativos a projetos do Governo do Distrito Federal.
A Gutierrez está fechando acordo com a Justiça Federal, pela qual se dispõe a pagar multa de R$ 1 bilhão pela corrupção praticada em grandes projetos do Brasil, incluindo estádios da Copa do Mundo, entre os quais o Mané Garrincha de Brasília.
Em algum momento, dentro dessa investigação, saberemos quem no DF deve ter recebido grana da construtora pela obra do estádio, que custou cerca de R$ 2 bilhões. Isso envolve gente do governo Agnelo. Todos nós sempre soubemos que as coisas era suspeitas. Resta provar, agora, com essa delação bilionária.
O outro possível escândalo vem dos Estados Unidos, onde a Walmart confessa à Justiça norteamericana que pagou suborno a gente do governo Arruda, em 2009, para se instalar em Brasília, provavelmente naquela grande área ao lado da Ceasa.
Não ficará pedra sobre pedra. Quem se envolveu em trambiques milionários vai pagar caro por isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário