sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Lula ataca Levy e diz que seu modelo está exaurido

De O Globo - Cristiane Jungblut
Petista pediu a aliados que trabalhem pela substituição de atual ministro por Meirelles
O ex-presidente Lula retomou nesta quarta-feira as críticas ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e insistiu na necessidade de mudanças na economia. Lula está mobilizado para substituir Levy por Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central. O ex-presidente esteve em Brasília e permaneceu até esta quinta-feira, quando, em reunião com senadores, disse que o modelo econômico de Levy está "exaurido".
Lula afirmou a petistas que Meirelles é o seu candidato e pediu que outros aliados trabalhem pelo ex-presidente do BC. A senadores, reiterou ainda que sua preocupação é com a economia sombria em 2016, com alto desemprego e retração da economia. Segundo um aliado, Lula disse que "não dá mais" para a permanência de Levy no cargo.
O ex-presidente concordou com avaliações de que a carta de Levy aos senadores, na quarta-feira, foi mais um "desastre". Na noite de terça-feira, o ministro da fazenda foi massacrado com críticas em jantar oferecido pelo líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), mas no dia seguinte enviou uma carta de "agradecimento" pelo tratamento recebido. A avaliação política é que ele, primeiro, errou ao endereçar a carta apenas a parlamentares do PMDB, quando estavam 52 senadores de diferentes partidos. Ele teve que retificar a carta, se dirigindo a todos os senadores. Mas o que irritou Lula e os aliados foi o fato de Levy ter defendido o atual ajuste fiscal.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário