quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Diogo Moraes faz alerta para surto epidêmico que está assolando o Agreste


Preocupado com um surto epidêmico que está assolando o município de Santa Cruz do Capibaribe e municípios vizinhos, o deputado Diogo Moraes pediu apoio da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde para que seja feita uma força-tarefa para ajudar no atendimento à população e no esclarecimento dos casos. Os sintomas da epidemia são parecidos com o do vírus chikungunya, apesar de não haver confirmação oficial sobre a doença na cidade, segundo a Secretaria de Saúde de Pernambuco.

Entre a última segunda e a manhã de hoje, o Hospital Municipal Raimundo Francelino Aragão recebeu mais de mil pessoas com sintomas de chikungunya. As farmácias da cidade já não têm mais a injeção que poderia controlar a epidemia. Crianças e idosos não estão conseguindo resistir, a cidade está em pânico”, anunciou o parlamentar. Ele declarou que o surto pode ter se agravado em virtude da escassez hídrica. “Não há mais distribuição de água pela Compesa, mas em carros-pipas, sem muita qualidade, o que pode estar potencializando a doença”, observou. Diogo disse que recebeu relatos de mortes na região.

O deputado recebeu apartes de outros parlamentares, que relataram situações idênticas nas suas regiões. "O problema acontece em todo o Estado. O Hospital Regional de Arcoverde está superlotado. Precisamos fazer uma operação de guerra, mobilizar a sociedade para que transmitam informações sobre os perigos desse surto”, sugeriu Eduíno Brito (PHS).


“Esses sintomas têm a ver com as mutações que o mosquito e os vírus vêm sofrendo, o que dificulta o diagnóstico. Nosso Estado é campeão de casos da dengue neste ano e as consequências estão aparecendo”, afirmou a médica e deputada Socorro Pimentel (PSL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário