sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Barragem se rompe em MG; sindicato e moradores falam em mortos

Localidade é evacuada; sindicato fala que há ao menos 15 mortos


O rompimento de uma barragem de rejeitos de mineração inundou várias casas no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais, na tarde desta quinta-feira (5). Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros em Ouro Preto, moradores da região disseram que há pessoas soterradas e ilhadas.
Foram enviadas ao local viaturas e cães farejadores auxiliam nas buscas por vítimas. O secretário de Defesa Social de Mariana, Brás Azevedo, disse que a situação no local é muito grave e há riscos de mais desmoronamentos.


A Barragem de Fundão pertence à mineradora Samarco e fica cerca de 25 km de Mariana – distrito a 100 km de Belo Horizonte.
Em nota, a empresa confirmou o rompimento, ocorrido na mina de Germano.
"A organização está mobilizando todos os esforços para priorizar o atendimento às pessoas e a mitigação de danos ao meio ambiente. As autoridades foram devidamente informadas e as equipes responsáveis já estão no local prestando assistência", afirma a nota da empresa.
Local evacuado

A Prefeitura de Mariana informou que o distrito está sendo evacuado, e a orientação para os moradores é que sigam até o distrito de Camargos, que é mais alto e mais seguro.


bar8.png
De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Extração de Ferro e Metais Básicos de Mariana (Metabase), entre 15 e 16 pessoas morreram e 45 estão desaparecidas. Porém, ainda não há informação oficial sobre número de mortos ou feridos.
NOTA DA SAMARCO MINERAÇÃO:

"A Samarco informa que houve um rompimento de sua barragem de rejeitos, denominada Fundão, localizada na unidade de Germano, nos municípios de Ouro Preto e Mariana (MG). Não é possível, neste momento, confirmar as causas e extensão do ocorrido, bem como a existência de vítimas. Por questão de segurança, a Samarco reitera a importância de que não haja deslocamentos de pessoas para o local do ocorrido, exceto as equipes envolvidas no atendimento de emergência."


bar9.jpg
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário