sábado, 31 de outubro de 2015

Jato russo com 224 pessoas cai no Sinai





Do portal G1

A Rússia informou neste sábado (31) que um avião com mais de 200 pessoas a bordo desapareceu dos radares próximo do Chipre, após decolar de uma cidade do litoral do Egito, e, segundo o primeiro-ministro egípcio, Ismail Sharif, a aeronave caiu.

O avião da companhia KogalimAvia perdeu contato com os radares 23 minutos após a decolagem, quando sobrevoava a cidade de Larnaka, informou um porta-voz de Rosaviatsia, a agência de aviação civil da Rússia.

Ele acrescentou que a aeronave não contatou o controle de tráfego aéreo do Chipre como estava agendado 23 minutos depois da decolagem e desapareceu do radar. Segundo o porta-voz, o avião tinha como destino o aeroporto Pulkovo da cidade russa de São Petersburgo.

O jato é um Airbus A-321. O avião do voo 9268 transportava muitos turistas do resort egípcio de Sharm el-Sheikh. O chefe do centro de tráfego aéreo do Egito, Ayman al-Muqaddam, confirmou que autoridades russas perderam contato com a aeronave logo após a decolagem. O número de passageiros e tripulantes a bordo ainda é conflitante. Agências internacionais de notícias divergem entre 217 e 224 pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário