sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Dilma apela a Temer para ir ao anúncio do ministério

Josias de Souza
Outrora tratado como versa, o vice-presidente Michel Temer adquiriu um prestígio inaudito nesses tempos de crise. Nesta quinta-feira, foi procurado pelo ministro Edinho Silva (Comunicação Social). Às voltas com a organização da cerimônia de anúncio do “novo” ministério, Edinho queria se certificar de que Temer estaria presente. Foi surpreendido com uma resposta negativa.
O vice-presidente disse ao ministro que teria de voar para São Paulo nesta sexta-feira (2). Assumira um compromisso para o almoço, na capital paulista. Edinho insistiu. Mas Temer soou irredutível. Minutos depois, recebeu um telefonema da própria Dilma. A presidente rogou a Temer que não faltasse. Comprometeu-se a antecipar a cerimônia para as 10h. E Temer, finalmente, aquiesceu. Manteve as aparências. Mas perdeu as manchetes.
Na cerimônia de anúncio do gabinete anti-impeachment, nenhuma presença teria mais visibilidade do que a ausência do vice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário