sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Uchoa bate boca com Wolney e abandona ato do PDT

Uma das principais lideranças do PDT em Pernambuco, o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa, abandonou, há pouco, uma reunião de alguns integrantes do partido no Estado com o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, na qual também estava presente o presidente estadual, Wolney Queiroz.
Uchoa não gostou do tratamento, segundo ele extremamente grosseiro, que recebeu de Wolney. Uchoa relatava a Lupi situações mal conduzidas pelo diretório estadual em municípios onde foi votado nas últimas eleições, como Itambé, onde seu aliado, um vereador, perdeu o comando do partido.
Foi quando o deputado Manoel Botafogo também reclamou de um caso muito parecido em Paudalho, levando Wolney a reagir duramente, afirmando que não aceitava desaforo de ninguém.“Nem seu, Botafogo, nem de Uchoa”, teria dito Wolney, segundo relatou o presidente da Assembleia, que, extremamente irritado, deixou o local, não participando do ato que marcou a entrega da comissão provisória do PDT no Recife à vereadora Isabela Roldão. Botafogo, que também ficou muito contrariado, ameaçou deixar o partido.
O episódio manifesta o inconformismo dos três deputados do PDT – Uchoa, Botafogo e Pedro Serafim – com a condução do partido no Estado pelo deputado federal Wolney Queiroz. “Wolney marca as agendas conosco por e-mail e depois desmarca por e-mail. Na verdade, nunca cumpre e nosso partido vai de mal a pior”, desabafou Uchoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário