sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Todos em pânico

Os pedidos de indiciamento de Vander Loubet (PT-MS) e Nelson Meurer (PP-PR) tirou o sono de muitos deputados no Congresso ontem. É que a Polícia Federal dá sinais de que, daqui para frente, quem foi citado terá o mesmo fim.

Estão agora todos nas mãos do procurador-geral, Rodrigo Janot, e do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavaschi.
Depois da maratona de depoimentos em Curitiba, os integrantes da CPI da Petrobras saíram com a impressão de que Marcelo Odebrecht (foto) era o mais poderoso entre os presos da Lava Jato ouvidos pela comissão essa semana. É que Marcelo foi o mais altivo e "até meio arrogante" na hora de falar com os parlamentares. O grande José Dirceu era o mais abatido.  (Denise Rothenburg – Correio Braziliense)

Nenhum comentário:

Postar um comentário