terça-feira, 15 de setembro de 2015

Denunciado ao Brasil: Evo quer reeleição perpétua

Leandro Mazzini - Coluna Esplanada
O presidente boliviano Evo Morales, que já alterou a Constituição para conquistar o seu terceiro mandato, revelou a um jornal de seu país que a Coordenadoria Nacional por Mudanças – composta por movimentos sociais que controla – discute nova mudança na lei.
Segundo o presidente, o movimento deseja saber se ele pode se reeleger por “mais cinco, 10 anos, ou de maneira indefinida''.
O ex-presidente Tuto Quiroga, que não pretende voltar ao cargo, está numa luta pessoal inglória contra o demasiado poder antidemocrático alcançado pelo presidente Evo. Já denunciou isso a ex-presidentes do Brasil e México, e pretende voltar a Brasília em nova maratona para alertar para a situação política do país vizinho. Evo já entrou na mira do Observatório de Direitos Humanos da OEA. Até agora, nenhuma posição oficial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário