terça-feira, 25 de agosto de 2015

Sabatina: Collor usa Cintra para fustigar Janot

O senador Fernando Collor(PTB-AL)  recorreu a uma manobra para poder participar, na quarta (26), da sabatina do procurador Rodrigo Janot, que tenta ser reconduzido à chefia do Ministério Público. Líder do bloco que agrega o PTB, PR, PSC e PRB, Collor destituiu o senador Douglas Cintra (PTB-PE) e se indicou para compor a suplência da comissão. Na quarta (19), apresentou um voto em separado contrário à aprovação do nome de Janot.
De acordo com senadores próximos a Collor, ele tentará constranger o procurador durante a sabatina. Como suplente, poderá participar das discussões,  mas só terá direito a voto se algum senador do seu bloco estiver ausente.
Desde que passou a ser investigado pela Lava Jato, Collor tem feito duras críticas à atuação do procurador-geral. No início do mês, em pronunciamento na tribuna do Senado, ele chamou Janot de "filho da puta". A denúncia contra Collor está sob sigilo, por isso não é possível ter detalhes do caso que tramita no Supremo Tribunal Federal.
Segundo a Folha apurou, investigadores da Lava Jato apontam que um grupo ligado ao senador recebeu cerca de R$ 26 milhões em suposta propina do esquema de corrupção da Petrobras entre 2010 e 2014.  (Da Folha de S.Paulo – Mariana Haubert)
'É bom instalar detector de metais na CCJ. Não custa lembrar que já houve um Collor que atirou em um desafeto no Senado', disse Beto Albuquerque, vice-presidente do PSB, sobre o clima para a sabatina de Rodrigo Janot, a quem Fernando Collor voltou a atacar nesta segunda-feira", segundo Vera Magalhães, na Folha de S.Paulo desta terça-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário