quarta-feira, 15 de julho de 2015

Lula e Dilma discutem reação à crise política

Da Folha de S.Paulo – Andréia Sadi e Valdo Cruz
Após ficarem quase um mês sem se encontrar pessoalmente, a presidente Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva se reuniram nesta terça (14) com ministros no Palácio da Alvorada para definir a estratégia do governo diante da crise política gerada pela Operação Lava Jato.
Participaram do encontro os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), Edinho Silva (Comunicação Social) e Jaques Wagner (Defesa). A conversa teve início horas depois de a PF deflagrar uma nova fase da Lava Jato, focada em políticos da base aliada.
Na reunião, o ex-presidente disse que o Planalto precisa "governar". "Chega de sermos consumidos por isso [Lava Jato]'', queixou-se, segundo relato de um ministro. Lula discutiu um plano de ação para sair da defensiva e construir uma agenda positiva para Dilma, que amarga uma das piores reprovações das últimas décadas.
O ex-presidente aconselhou sua sucessora a intensificar viagens pelo país para divulgar ações do governo. Orientação semelhante deverá ser seguida por ministros. Para Lula, o Planalto não pode querer resolver as contradições do Legislativo e deve centrar suas energias nas ações de governo.
Ele recomendou ainda que o ajuste fiscal seja afrouxado tão logo a economia comece a reagir –algo esperado apenas para o ano que vem.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário