sábado, 6 de junho de 2015

Crise: venda de colheitadeiras sobe 40%

Mauro Zalafon – Folha de S.Paulo
Após intensa queda em abril, as vendas de colheitadeiras reagiram em maio.
Foram 280 unidades comercializadas, um aumento de 40% em relação ao mesmo mês de 2014.
O aumento, no entanto, foi turbinado por uma única empresa, que vendeu 329% mais colhedoras de grãos no mês passado em relação a maio do ano passado.
Com essas vendas, a empresa elevou sua participação de mercado para 58% do total vendido no mês.
Apesar do crescimento de maio, a venda acumulada de colheitadeiras ainda é 35% inferior à dos cinco primeiros meses de 2014, segundo informações do mercado.
Já no setor de tratores, não houve reação. As vendas de maio recuaram para 3.514 unidades, 35% menos do que em igual mês de 2014 -é o menor número mensal nos últimos seis anos para esse período do ano.
A comercialização de tratores, que havia atingido 21,9 mil unidades de janeiro a maio de 2014, recuou para 17,1 mil neste ano.
Após um período de boas vendas em anos recentes -devido ao crescimento da safra brasileira e às facilidades de financiamento dadas pelo governo-, as vendas do setor deverão passar por um período de redução.
Os produtores já atingiram um patamar bom de renovação da frota, e a taxas de juros para a compra de máquinas teve elevação, conforme dados do governo divulgados no Plano Agrícola e Pecuário.
O momento também não é de o produtor assumir novas dívidas. Os custos de produção estão em alta, e os preços das commodities, em queda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário