sábado, 23 de maio de 2015

Fusão PTB e DEM trava, e dificilmente sairá

Depois de longas reuniões ao longo da semana, mesmo os maiores entusiastas da fusão do DEM e do PTB passaram a avaliar que são remotas as chances de ela se concretizar.

O PTB não aceita cláusula pedida pelo DEM de que as decisões do novo partido sejam aprovadas por 3/5 dos diretórios.
Já os petistas relatam divergências entre os diretórios paulista e nacional sobre a decisão de pedir na Justiça o mandato de Marta Suplicy, que deixou a sigla.
Apesar do anúncio da ação, feito pelo diretório estadual, o presidente nacional petista Rui Falcão não tem demonstrado estar 100% convicto de que essa é a melhor decisão.
O argumento usado por Falcão é o de que há risco de a estratégia não ser vitoriosa e ainda gerar novo desgaste de imagem para o partido no Estado em que amarga sua pior situação.  (Vera Magalhães - Folha de S.Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário