quarta-feira, 6 de maio de 2015

Diogo Moraes assume relatoria da Comissão Especial do PAC



Com o intuito de levantar as obras paralisadas de responsabilidade do governo federal em Pernambuco, a Assembleia Legislativa instalou, na tarde desta terça-feira (05), a Comissão Especial do PAC. O colegiado vai elencar o andamento das ações no Estado e ouvir representantes da gestão federal para que seja esclarecido o atraso em algumas obras. O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) foi eleito relator da comissão, que será presidida pelo deputado socialista Miguel Coelho. 

A primeira atividade da comissão será uma visita em conjunto com um grupo de deputados federais, na próxima sexta-feira (08), aos estaleiros Promar e Atlântico Sul, além da Refinaria Abreu e Lima. Na próxima semana, o colegiado ouvirá representantes do Ministério do Planejamento, DNIT e Secretaria de Transportes. Ainda neste mês, os integrantes deverão visitar os canteiros da Transposição do Rio São Francisco e Transnordestina.

Responsável pela elaboração do relatório, o deputado Diogo Moraes destaca a importância das atividades da comissão. "Como relator, iremos fazer um levantamento minucioso através dos técnicos da Assembleia Legislativa para que a gente possa apresentar à população e cobrar dos deputados federais e senadores da base aliada da presidente Dilma e também da oposição. Sabemos que existe crise, mas é preciso que essas obras possam ser executadas, possam ser entregues à população, que esperam há tanto tempo. Não podemos assistir obras que deveriam ser entregues em 2012, 2013, 2014 e que, apesar de já estarmos em 2015, não foram concluídas. A previsão de umas é para 2018, a de outras é para 2020 e quando chegar lá vão dizer que é 2022, 2024. Não podemos assistir isso nesse tempo. Por isso, vamos levantar esses dados e cobrar ao governo federal", disse.

Diogo destacou as obras relacionadas à infraestrutura hídrica, como a Transposição do Rio São Francisco e Adutora do Agreste, além da restauração da BR-104.

Criado em 2007, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) realiza intervenções voltadas para abastecimento de água, mobilidade urbana, habitação, infraestrutura, energia, saúde, saneamento entre outras áreas. “Existem 1.170 obras das duas etapas do PAC em Pernambuco. Como é impossível visitar todas essas intervenções, iremos priorizar um conjunto das 38 intervenções mais importantes indicadas pela Secretaria Estadual de Planejamento”, adiantou o deputado Miguel Coelho.
A comissão especial tem prazo de 90 dias, que pode ser prorrogado pelo mesmo período. Também integram o colegiado os deputados Aluísio Lessa (PSB), Silvio Costa Filho (PTB) e Teresa Leitão (PT). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário