sexta-feira, 10 de abril de 2015

Pedro Corrêa não deve ser transferido

Do Blog da Folha

O ex-deputado Pedro Corrêa (PP) não deve ser transferido do presídio de Canhotinho, no Agreste, para a sede da Polícia Federal (PF), no Recife, para uma possível viagem ao Paraná. Ele consta na lista dos sete presos pela PF na 11ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã de hoje.
De acordo como primo do ex-deputado, Clóvis Corrêa, para que ele viaje para o Paraná, para prestar depoimento, é necessário que o juiz Sérgio Moro, que vem acompanhando as investigações da Lava Jato, se comunique com o juiz da Primeira Vara e solicite que ele possa viajar, prestar depoimento e voltar a Pernambuco.
Segundo Clóvis, sem essa autorização, ocorreria uma disputa de comando. “Ele (Pedro) continua em Canhotinho, não poderia sair de lá sem autorização do juiz”, afirmou.
Ainda de acordo com o primo do ex-deputado, a Polícia Federal esteve hoje na casa do ex-parlamentar e levou o filho e a nora para prestar esclarecimentos e colaborarem com as informações. “A PF recolheu alguns documentos, não tinha nada que chamasse a atenção”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário