segunda-feira, 30 de março de 2015

Ex-delegado tinha US$ 194 milhões no HSBC

De O Globo - Chico Otavio, Cristina Tardáguila, Ruben Berta, Tiago Dantas e Leonardo Guandeline
Miguel Gonçalves Pacheco e Oliveira é aposentado e virou empresário no ramo da segurança
Cento e noventa e quatro milhões e novecentos mil dólares. Este é o saldo que, segundo planilhas do HSBC da Suíça, constava na conta relacionada ao delegado aposentado da Polícia Civil de São Paulo e empresário do ramo de segurança Miguel Gonçalves Pacheco e Oliveira entre 2006 e 2007. Mesmo com esse valor no banco em Genebra — o que faz dele um dos dez brasileiros com mais dinheiro na instituição —, Oliveira não abriu mão de brigar na Justiça por uma aposentadoria mais robusta.
Nos últimos anos, entrou com pelo menos oito ações para pedir revisão de seus vencimentos. Ganhou parte delas e recorre naquelas em que perdeu. De acordo com o site de transparência do governo de São Paulo, ele recebe R$ 10 mil líquidos pelos serviços prestados à Polícia Civil.
Levantamento feito pelo GLOBO, em parceria com o UOL, encontrou o delegado aposentado e outros quatro servidores públicos ou de concessionárias de serviços públicos na lista de 8.667 correntistas do HSBC da Suíça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário