quinta-feira, 26 de março de 2015

Dia 12 de abril: PMDB de olho na rua

Em almoço nesta quarta-feira do vice-presidente Michel Temer com deputados do PMDB foi feito um diagnóstico de que as manifestações contra Dilma Rousseff marcadas para 12 de abril serão um "divisor de águas" para o governo, informa Vera Magalhães, na sua coluna desta quinta-feira da Folha de S.Paulo.
Revela a colunista que os peemedebistas disseram que, se os atos reunirem mais gente que os do dia 15, o já parco apoio ao Planalto no Congresso vai minguar. Para os deputados, as bancadas não estão dispostas a assumir o ônus de defender um governo sem respaldo popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário