quinta-feira, 5 de março de 2015

Deputado quer fim de festas open bar em PE

Do Diario de Pernambuco – Tércio Amaral
Deputado estadual e membro da bancada evangélica na Assembleia Legislativa, o pastor Cleiton Collins (PP) quer regulamentar a realização de festas com música eletrônica no Estado, mais conhecidas como raves. O Projeto de Lei nº 40/2015 impõe diversas regras, entre as mais polêmicas estão a comprovação da existência de equipamentos para teste de uso de drogas e que, estes eventos, durem, no máximo, 10 horas. O curioso é que o parlamentar, antes de se tornar evangélico, trabalhou como radialista e DJ em festas no Estado. Na época, o hoje pastor era conhecido como “DJ Banana”. Ontem, o parlamentar foi ao plenário defender o projeto e apresentou outra medida polêmica: pediu o fim das festas open bar no Estado.

“Eu vou apresentar uma emenda ao projeto (das raves). Por mim, acabaria o open bar. Uma coisa não tem nada a ver com a outra (o pagamento da entrada e ter as bebidas livres). O open bar incentiva o consumo de álcool de forma excessiva”, disse ao Diario, por telefone. A proibição do open bar, no entanto, não se restringiria apenas às raves e sim a qualquer tipo de festa. 

“Muitos organizadores e produtores me procuraram. Alguns até acharam alguns pontos positivos porque dá segurança a eles na realização dos eventos. Eu não quero parecer que estou impondo as coisas. É preciso discutir o assunto”, comentou. O mercado de entretenimento do estado deve observar os passos da tramitação na Casa. Até porque, caso aprovado, quem não cumprir as regras estará sujeito a multas que variam de R$ 20 mil a R$ 50 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário