terça-feira, 24 de março de 2015

Pastor Eurico sai em defesa do SINTRAVE/PE contra manobra da SADA

O deputado federal Pastor Eurico (PE) defendeu os interesses de Pernambuco e dos Cegonheiros do Estado
“Quero chamar a atenção da Sada e dizer que nós estamos atentos, e que não vamos ficar parados. Estamos junto com os cegonheiros, não vamos aceitar este desrespeito ao Estado de Pernambuco, nem aos Estados vizinhos, nem ao Nordeste”.
“Não vou aqui fazer uma denúncia, mas apenas um comunicado e um alerta, principalmente ao meu Estado de Pernambuco.
 Lamento ter que citar aqui o nome do Grupo Sada Transportes e Armazenagens S.A., que é uma operadora logística de Minas Gerais. 
O que é que a Sada tem a ver com Pernambuco?Pasmem os senhores: eu gostaria de chamar a atenção dos meus pares dos Estados do Nordeste quando me refiro a este Grupo, que administra operações logísticas no caso de transporte de carros por cegonhas e carretas. Em Pernambuco, uma grande fábrica da Fiat está sendo construída. Porém, lamentavelmente, tenho que chegar aqui e dar um alerta ao Brasil — ainda não é uma denúncia — sobre um monopólio que está sendo arquitetado pelo Grupo Sada. 
A Sada, literalmente, proíbe os cegonheiros de Pernambuco de transportar os carros que serão produzidos pela Fiat. O Grupo Sada, que administra um contingente de 1800 carretas ligadas ao SINTRAUTO em Minas Gerais, consegue estabelecer um monopólio ao proibir o Sindicato dos Cegonheiros — SINTRAVE, de Pernambuco, de fazer parte desse grupo para transportes. Nós temos 138 pais de família que têm suas carretas, suas cegonhas, prontas para fazer o transporte.
 O Governo do Estado de Pernambuco deu incentivo fiscal para a Fiat. Foi muito dinheiro, foram mais de 6 milhões em incentivos fiscais. E agora, quando a Fiat vai começar a transportar os veículos ali produzidos, surge este problema, esta proibição de que nossos companheiros, os caminhoneiros cegonheiros, participem deste transporte.
Lamento em dizê-lo. Quero chamar a atenção da Sada e dizer que nós estamos atentos, e que não vamos ficar parados. Estamos junto com os cegonheiros, não vamos aceitar este desrespeito ao Estado de Pernambuco, nem aos Estados vizinhos, nem ao Nordeste. 
Respeitamos Minas Gerais, respeitamos os caminhoneiros do Brasil, mas, neste particular, os caminhoneiros, principalmente de Pernambuco, não podem ter o seu direito de transportar os carros da Fiat cassado.Muito obrigado.
Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário