quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Sindicato dos Músicos recebe apoio da SDS, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros em fiscalizações

O Sindicato dos Músicos de Pernambuco (SINDIMUPE) se reuniu, nesta segunda-feira (09), na sua sede localizada na Rua do Riachuelo, na Boa Vista, com o Presidente da Ordem dos Músicos do Brasil – Regional Pernambuco, Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco. O encontro contou com a presença do Coronel Basílio Barbosa, da Diretoria Integrada Metropolitana (DIM), e com o Tenente do Corpo de Bombeiros, Antônio Sabino. Entre os tópicos abordados na reunião, ficou decidido que serão realizadas blitz, com apoio das entidades, durante o período carnavalesco em diversas regiões do estado. A ideia é fiscalizar contratos, valores de cachês e a exploração do trabalho infantil em orquestras e shows, além de realizar vistorias em palcos, trios elétricos e alojamentos criados por empresários para acomodar os músicos que vêm do interior para trabalhar durante o carnaval pernambucano. 

De acordo com o Presidente do Sindicato dos Músicos de Pernambuco, Eduardo de Matos, outros órgãos como Ministério Público do Trabalho – 6º Região, Ministério Público Federal, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (antiga DRT)', Ministério Público de Pernambuco, Juizado da Infância e Juventude, DPCA, dentre outros, também já foram acionados e a ideia é intensificar a fiscalização durante o Carnaval. “Nesse período vamos correr várias cidades e bairros da RMR e cidades do interior do Estado para fazer esse tipo de ação. Queremos coibir a exploração de músicos e principalmente de crianças nas bandas e orquestras”, contou. Além disso, o presidente também quer cobrar dos empresários o pagamento do piso salarial dos músicos (que antes não existia) e ficou fixado o mínimo de R$120,00/3h em orquestras itinerantes e  R$300,00/2h para palcos e trios.
 
Para o Coronel Basílio Barbosa, a Secretaria de Defesa Social e a Polícia Militar estarão juntas apoiando o sindicato nas Blitz e dando todo o encaminhamento no caso de irregularidades. “Nós estaremos recebendo todas as denúncias e iremos dar continuidade ao processo repassando as irregularidades para os batalhões e delegacias”, finalizou. 

Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário