quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

FÁBIO DE JAIRO DIZ QUE NÃO CAMINHARÁ COM ALEIVOSOS


 
Quente: O termômetro político está fervendo na dália da Serra, as véspera das eleições na câmara de vereadores para definir seu presidente, o grupo Calabar que está no poder desde o ano 2000, poderá permitir por meio de uma manobra pré-articulada, dar de mão beijada a presidência daquela casa ao maior desafeto do grupo, o ex-prefeito Jânio Arruda.
Plano B: Logo de inicio seriam dois os postulantes a presidência da casa Manoel Lucas de Araújo, o vereador Geovane da situação e João da Banda pela oposição, no entanto alguns acontecimentos nos últimos dias configuraram uma nova dinâmica.
 
Cenário I: O rompimento do prefeito Evilásio com o seu vice  Lero, ocasionado pelas eleições de 2014.  fato que teve o acompanhamento de quatro vereadores da base do prefeito acompanhando o vice, fez com que  o vereador Gilson Carlos lançasse  sua candidatura pelo grupo do prefeito que têm três seguidores, o próprio Gilson Carlos, a atual presidente Rogéria e o vereador Ronaldo Veiga que foi reintegrado a câmara aos 47 do segundo tempo.
 
Cenário II: Por falta de unanimidade ao nome de João da Banda pelo fato de sua aproximação ao prefeito Evilásio, a oposição confirmou a candidatura do vereador Jânio Arruda, a votação acontecendo com esse cenário, haveria um empate entre os vereadores do grupo de Lero e os do grupo de Jânio.
Deu a louca: Segundo informações de bastidores, os três vereadores do grupo de Lazim, foram orientados a ser abster de votar em um segundo turno, em caso de empate na segunda votação, entre o grupo de Lero e o grupo de Jânio, a vaga ficaria com o vereador de mais idade, ou seja, Jânio Arruda.
 
Indignação I: Vários militantes do grupo Calabar não estão nada contentes com essa possibilidade, Fábio de Jairo, que é um dos principais articuladores e militantes do grupo Calabar- cujo nome é sinônimo de união e que é sempre lembrado como nome forte para compor uma chapa majoritária- Fábio foi e continua sendo, uma figura chave na ascensão  e manutenção do grupo na administração do município, afirmou em entrevista ao programa Cidade em Foco na Filadélfia FM na manhã desta quarta, que é  legítima a candidatura do vereador Gilson Carlos, e que o mesmo  têm competência para no futuro pleitear uma majoritária, como também Ronaldo Veiga, que  por ser jovem tem em próximos pleitos oportunidades para ser presidente daquela casa.
Impensável: Para Fábio um fato desse é impensável, e será uma irresponsabilidade do grupo calabar permitir que isso aconteça, Fábio que têm em sua carreira um histórico de sucesso em várias coordenações de campanhas políticas no grupo calabar, não acredita que o rompimento pessoal entre o prefeito e o vice possa permitir que algo assim aconteça, reconhece o direito  de Gilson Carlos ser candidato, porém, segundo Fábio de Jairo, nesse momento Geovane leva vantagem por ter mais votos dentro grupo, como também por seu histórico de militante e defensor do grupo, e que suas desavenças momentâneas com o prefeito não deveriam afetar a visão de união geral do grupo.
 
Coerente I: Fábio ainda acrescentou que não dá pra imaginar a atual presidente(a) Rogéria, permitindo que Jânio Arruda seja eleito depois de tudo que ela passou como vereadora, esposa e primeira-dama, tendo seu esposo cassado, e o responsável por tudo isso  sendo eleito presidente daquela casa, e com sua participação. Fábio lembrou ainda e que em 2009, a vereadora Rogéria  teve ombridade de esperar sua vez, abrindo a vaga para o vereador Batata, que teve a maioria do votos Calabar, e que o próprio Ronaldo Veiga também abriu mão para que ela fosse eleita também pela maioria em 2012.
Coerente II: Fábio de Jairo entende  que será inconcebível nesse momento uma manobra como essa, que permitiria que o maior desafeto do grupo possa receber a presidência daquela casa de presente pelo grupo Calabar.
 
Coerente III: Se essa possibilidade vier a se concretizar, Fábio de Jairo que não obstante ser um dos principais militantes e coordenadores do grupo Calabar em Taquaritinga do Norte, afirmou que não terá condições de permanecer caminhando ao lado de pessoa aleivosas, e segundo disse, estará se desfiliando do partido PSB, e que a partir de 2015 será oposição ao grupo que por assim se decidir se posicionar nesta quinta(04) quando haverá a eleição que decidirá quem será o presidente naquela casa.
Com Informações do Blog Pão de Açúcar Net

Nenhum comentário:

Postar um comentário