quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Congressistas aumentam seus salários para R$ 33,7 mil

Presidente e ministros terão um aumento menor e vão passar a receber R$ 30,9 mil

Em acordo costurado nesta terça (16), ficou acertado que os vencimentos dos congressistas e dos ministros do Supremo Tribunal Federal passarão para R$ 33,7 mil. Os salários da presidente Dilma Rousseff, do vice Michel Temer e e dos ministros do Executivo subirão menos e chegarão a R$ 30,9 mil. 


A Câmara deveria aprovar nesta terça (16) os aumentos, mas, até a conclusão desta edição, a votação ainda não havia ocorrido. O último aumento do Executivo e do Legislativo foi em janeiro de 2011, e elevou os salários desses Poderes para R$ 26,7 mil.

O do Judiciário ocorreu em janeiro de 2013, e levou os vencimentos dos ministros do Supremo para R$ 29,4 mil. Segundo o acordo desta terça, o único Poder que terá uma melhora salarial real (acima da inflação) será o Judiciário -- cerca de R$ 800.
No caso do Congresso, o aumento vai compensar a inflação. 

No Executivo, o reajuste ficará abaixo da inflação. As quantias acordadas para Judiciário e Congresso são um meio-termo entre a o valor desejado pelo STF e parlamentares (R$ 35,9 mil) e a sugestão do governo Dilma (de R$ 30,9 mil).(Da Folha de S.Paulo - Márcio Falcão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário