quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Segundo mandato: Dilma vai mudar, mas nem tanto


 Ministros e assessores da presidente Dilma acreditam que ela não deve manter no segundo mandato o estilo centralizador de governar.


 Avaliam que alguns, como Aloizio Mercadante, já conquistaram seu espaço depois de meses no Planalto e na campanha, mas os demais devem ganhar maior autonomia. Mas há coisas que não vão mudar. A informação é de Ilimar Franco, no jornal O Globo.

A lei do silêncio em torno dos debates internos e de decisões de governo serão mantidas como lei. Esses integrantes do governo dizem também que a partir de agora, e dependendo da circunstância, a presidente deve liberar seus ministros para enfrentar as críticas da oposição. Essa mudança de atitude vem sendo pregada em praça pública pelo ministro Gilberto Carvalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário