domingo, 2 de novembro de 2014

'Preconceito tucano prejudicou Aécio', diz ex-ministro

Em entrevista à jornalista Érica Fraga, na Folha de S.Paulo deste domingo (leia aqui ), o economista Delfim Netto diz que um dos fatores que causaram a derrota de Aécio Neves foi o preconceito entre os eleitores tucanos.

 'Na minha opinião, um problema sério prejudicou Aécio. Ele foi apoiado por um grande número de pessoas com preconceito gigantesco. É o sujeito que diz: 'Eu me fiz por conta própria, eu trabalhei, eu estudei. Não fui como esses vagabundos'. O que é um equívoco monumental. As pessoas entendem. O sujeito que está hoje recebendo o Bolsa Família ou com o programa Minha Casa Minha Vida ou sendo beneficiado pelo ProUni pensa o seguinte: 'Isso é contra mim'', disse ele.
 
Delfim sugere ainda que a presidente Dilma deixe de ser a ministra da Fazenda. 'A presidente é a ministra da Fazenda e do Planejamento e do Transporte e da Segurança Nacional e de tudo. Ela é absolutamente honesta e extremamente atenta. De forma que, de fato, o Brasil voltou a trabalhar das 7h às 23h. Agora, ela é centralizadora. Houve alguns equívocos. Mas está na mão dela consertar isso.'

Ele afirmou ainda que o ano de 2015 exige ajustes, mas não tão duros. 'Vamos ter de ajustar. A situação do Brasil é desconfortável, mas não é apocalíptica. Na parte fiscal, inclusive em resposta à recessão que estamos vivendo, você ampliou o deficit nominal. Você praticamente eliminou o superavit primário e está assistindo pela primeira vez a um pequeno aumento da relação entre dívida e PIB', afirma.(Do Portal BR 247)

Nenhum comentário:

Postar um comentário