terça-feira, 25 de novembro de 2014

Paralisação da PE-160 causa inúmeros transtornos e oferece risco de vida aos motoristas

Estradas de terra abertas para obras de duplicação da PE-160 se tornam “pistas de rally” e colocam em risco a segurança e a vida de motoristas.

Carros somem em meio a poeira e visibilidade comprometida eleva os riscos de acidentes. Fotos: Thonny Hill.
Com a proximidade das últimas feiras de final de ano no Moda Center, o fluxo de veículos que se dirigem para Santa Cruz do Capibaribe se intensifica a cada semana.

Isso é um ótimo sinal de uma economia que mostra que a crise passa bem distante, mas também evidencia o descaso pelo qual o Governo do Estado tem mostrado em relação a mais importante (e única) via de escoamento dos produtos lá comercializados: a PE-160.

Com suas obras de duplicação paralisadas após o período eleitoral, sob a alegação de cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal com a transição de um governo para outro, a via, que teve suas obras de reestruturação iniciadas em 26 de agosto, agora se tornou uma verdadeira pista de Rally, onde os veículos somem em meio a poeira levantada.

Motoristas imprudentes enxergam nas estradas de terra que foram abertas, onde deveria haver máquinas trabalhando, uma oportunidade de “ganhar tempo” em meio ao trânsito caótico, mas, ao mesmo tempo, colocam em risco suas vidas e também de outros motoristas.

.

Casos de imprudência são registrados em frente as câmeras.


Sem se importar que estão sendo fotografados, motoristas imprudentes seguem adiante nas vias da impunidade.

Com a falta de fiscalização, a PE-160, que possui um grande histórico de acidentes registrados (muitos deles graves) se tornou ainda mais perigosa graças à mistura de “Falta de Fiscalização + Imprudência + Descaso”.

De acordo com políticos que representam o município em âmbito local e estadual que já se pronunciaram sobre a paralisação das obras, elas deverão somente ser reiniciadas a partir de janeiro de 2015, mas até lá o resultado dessa mistura perigosa, todos sabem o que pode resultar.


Enquanto os flagrantes eram registrados, vários motoristas expressavam para nossas lentes seu sentimento de insatisfação frente as condições deploráveis da via.

Informações do blog de Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário