sábado, 29 de novembro de 2014

Joaquim Levy, o homem de 80 bilhões de reais

Essa foi a valorização da Bovespa desde que seu nome passou a ser considerado para o Ministério da Fazenda
Do El País

A escolha dos ministros da Fazenda é sempre esperada com muita ansiedade no Brasil. Mas no caso deste segundo mandato do Governo Dilma Rousseff, a espera estava se transformando em uma angústia tangível na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Um dia depois de confirmada a reeleição de Dilma Rousseff, no dia 26 de outubro, por exemplo, as ações da bolsa derreteram logo após a abertura. E o sobe e desce se manteve a cada nome lançado no mercado de apostas de quem assumiria.

Pois o nome de Joaquim Levy, confirmado nesta quinta para suceder Guido Mantega, já mostrou que vale, pelo menos 80,7 bilhões de reais, pelas contas do jornalista Cláudio Gradilone, da revista IstoéDinheiro. “Esse é o aumento do valor de mercado de 306 empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo, um aumento de 3,46% em relação à quinta-feira 20 de novembro, último pregão antes da indicação de Levy”, escreveu Gradilone, nesta terça.

Leia mais clicando aí:  Levy, o homem de 80 bilhões de reais

Nenhum comentário:

Postar um comentário