terça-feira, 20 de junho de 2017

Tony Ramos rompe contrato com a Friboi: “Incômodo”

O ator Tony Ramos decidiu romper o contrato de garoto propaganda da Friboi após o escândalo de corrupção envolvendo a JBS. Em entrevista à Rádio Gaúcha, hoje, o ator disse que "foi surpreendido como todo mundo" pela "crise institucional" gerada pela delação dos controladores da JBS e que a manutenção da parceria com a marca se tornou um "incômodo".
"Com essa delação, há uma crise institucional e, ao mesmo tempo, um incômodo da minha parte em continuar prestando meu nome não a um produto – esse eu não me envergonho, não me arrependo e continuarei a dizer como homem de palavra que sou, anunciei aquilo que eu consumia", disse. "Vejo que nessa confusão enorme de informações, eu não emprestaria mais o meu nome...É simples assim, uma equação de primeiro grau", acrescentou.
Procuradas pelo G1, a JBS e a agência Lew'Lara\TBWA não comentaram o assunto.
Na entrevista à radio, Tony Ramos explicou ainda que já não havia mais nenhuma previsão de veiculação de novo comercial para a Friboi, mas que a empresa ainda detinha o direito de uso da sua imagem em peças publicitárias por pouco mais de um ano.
Segundo o ator, as cláusulas contratuais permitiram a rescisão, mas o frigorífico ainda tem um prazo para retirar de circulação as peças publicitárias com a sua imagem. “Estamos nesse momento nas tratativas, agora o cancelamento do licenciamento já foi feito”, disse.
Friboi desaparece da TV aberta
Levantamento da Controle da Concorrência, que monitora o mercado publicitário, mostra que a última inserção de propaganda da Friboi da TV com Tony Ramos foi no dia 20 de março. Segundo a consultoria, após a deflagração da operação Carne Fraca a marca não fez mais nenhum anúncio na TV aberta.
Tony Ramos esclareceu ainda que não mantinha contato direto com a JBS e que seu canal de comunicação com a empresa se dava diretamente com a agência de publicidade responsável pelas campanhas.
Questionado sobre seu sentimento ao saber das denúncias envolvendo a empresa, o ator disse que não faria julgamento. “O meu sentimento é de estupor, de absoluta tristeza e melancolia, que é a pior coisa. Não adianta a ira nesse momento”, disse, acrescentando não se arrepender da parceria dos últimos anos com a Friboi. “Anunciei carne porque é proteína e porque gosto de carne... Não vi problema nenhum em receber para anunciar aquilo que consumo”, completou.
No início do mês, a apresentadora Fátima Bernardes tomou decisão semelhante e também anunciou o cancelamento do contrato de garota propaganda da Seara, outra marca do grupo JBS. Em nota, a Seara agradeceu a apresentadora "por toda contribuição da apresentadora ao longo de três anos de parceria".
Crise
A JBS está envolvida em um escândalo de corrupção envolvendo o governo de Michel Temer. Desde a divulgação das primeiras notícias sobre a delação da empresa, a perda em valor de mercado se acumula em R$ 8,6 bilhões, segundo cálculo do G1 com base em dados da Economatica. A empresa já vinha de um cenário adverso depois da Operação Carne Fraca, em março. Desde a operação, a perda acumulada é de R$ 15,3 bilhões.
Na entrevista à "Época", Joesley Batista chamou Temer de chefe "da maior e mais perigosa organização criminosa" do Brasil. O empresário ainda descreveu o esquema de corrupção entre a empresa e agentes públicos, citando outros nomes como o do ex-presidente Lula, do senador afastado Aécio Neves, do deputado afastado Eduardo Cunha e do senador Renan Calheiros.
O Palácio do Planalto divulgou nota na qual diz que o empresário é "bandido notório" e "desfia mentiras". A defesa de Temer ainda protocolou na Justiça uma queixa crime por calúnia, injúria e difamação contra Joesley.
O acordo de colaboração premiada da JBS foi assinado e homologado pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Pelo acordo, sete executivos da JBS e da J&F se comprometeram a pagar multa de R$ 225 milhões e a colaborar com as investigações.

PF diz que Temer é corrupto! E nada acontece!

Blog do Josias

Em relatório preliminar enviado ao Supremo Tribunal Federal, a Polícia Federal diz ter concluído que Michel Temer cometeu o crime de corrupção. Esqueça todo o resto. Pense apenas nisso. A acusação não partiu de nenhum congressista da oposição. Não, não. Absolutamente. Vem da Polícia Federal. A honestidade do presidente, que já subira no telhado, aproximou-se da beirada da telha. A permanência de Temer no Planalto, que muitos tachavam de escandalosa, migra rapidamente para a categoria de escárnio. E nada acontece!
Enquanto o sistema político espera por um “fato novo”, Temer bate bumbo contra os adversários sob seu telhado de vidro. E não é só o teto que é de vidro. O presidente veste paletó de vidro, camisa de vidro, calça de vidro… Mas ninguém se animou a gritar: “Gente, o rei está nu”. Todos preferem acreditar na versão segundo a qual o soberano veste, no momento, um tecido de resistência inigualável. Mas completamente invisível para os 99% de brasileiros pessimistas, os delatores e os conspiradores da Procuradoria-Geral da República.
A PF pediu ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, mais alguns dias para concluir o inquérito sobre Temer e seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, o homem da mala. Na semana que vem, o procurador-geral Rodrigo Janot enviará à Suprema Corte uma denúncia criminal contra Temer. Mas, por ora, nem o PSDB, que ainda não sabe como lidar o com Aécio, o seu abominável tucano das Neves, se anima a fazer muito barulho. Acompanhada de dois ministros tucanos – Antonio Imbassahy e Aloysio Nunes – a suspeição voou para a Rússia. Temer deixou no Brasil a crise, a vergonha e o interino Rodrigo Maia, incumbido de arrematar a articulação para enterrar o escândalo vivo na Câmara. Busca-se um ponto final com grande naturalidade, sem a concessão de um ponto de exclamação.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

EDSON VIEIRA E PREFEITOS DO CONIAPE SÃO RECEBIDOS PELO GOVERNADOR PAULO CÂMARA


O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), foi o articulador do encontro, realizado na manhã desta terça-feira (06), no Palácio do Campo das Princesas, com o governador do Estado, Paulo Câmara (PSB) e os prefeitos que integram o Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (CONIAPE), onde foram debatidas questões relacionadas à área de segurança pública.

Participaram do encontro, além do presidente do consórcio Edson Vieira, os prefeitos de Brejo da Madre de Deus, Toritama, Jataúba, Taquaritinga do Norte e Vertentes. O objetivo da reunião foi a união de esforços junto ao Governo do Estado para encontrar caminhos de combate à criminalidade na região do Agreste, bem como a ampliação dos investimentos no 24º Batalhão de Polícia Militar.

Segundo Edson Vieira, na reunião foram apresentados encaminhamentos e ações para curto prazo.

“O governador assegurou a ampliação do efetivo do batalhão que atende nossa região, bem como a ampliação nos números de viaturas para intensificar o trabalho ostensivo de combate à criminalidade. É momento de unir esforços, na cidade estamos investindo na Guarda Municipal, mas é necessária a soma de ações de toda região e os prefeitos parceiros estão engajados nesta luta”, disse Vieira.
Assessoria de Comunicação

RÓTULO DO CORPO

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, atividades ao ar livre


Casual e estilosa, a camisa polo vai bem em várias ocasiões.
Encontre a sua em nossas lojas:

Casual e estilosa, a camisa polo vai bem em várias ocasiões.
Encontre a sua em nossas lojas:

📍Loja da Fábrica: Av. José Joventino da Silva, 39 | PE- 160- km 07 - Pão de Açúcar, Taquaritinga do Norte - PE | 81 3741 8079 | (07:30h ÁS 12:00h e 13:30h ÁS 17:45h).

📍Parque das Feiras de Toritama/PE :Boxes 11, 12, 21, 22 | 81 3741 4148 | (ABERTO das 20h DO DOMINGO ÁS 05:00h DA SEGUNDA-FEIRA).

📍Moda Center Santa Cruz/PE: Setor Laranja Rua P - Bloco 2 Loja 04, 05, 06 - Santa Cruz do Capibaribe - PE | 81 3759 1661 | (SEGUNDAS das 07:00h às 18:00h e TERÇAS das 07:00h ás 12:00h).

Confira mais em nosso SITE e Instagram:

terça-feira, 6 de junho de 2017

Antes da delação: PF achou planilhas da JBS

Folha de S. Paulo
Um mês antes de estourar o escândalo da delação do empresário Joesley Batista, uma investigação da Polícia Federal havia enviado à Justiça Federal planilhas da empresa JBS que indicam o pagamento de R$ 34 milhões em propinas para políticos e para o PMDB no Mato Grosso do Sul.
Os papéis foram apreendidos durante a Operação Lama Asfáltica, desencadeada em Campo Grande (MS) para investigar um suposto esquema de superfaturamento de obras e desvios. Um dos principais investigados é o ex-governador André Puccinelli (PMDB), que foi colocado em prisão domiciliar em 11 de maio.
Em 2016, a PF havia localizado na casa de um secretário adjunto da Fazenda no Estado planilhas com datas, nomes e valores e cópias de três acordos assinados entre a JBS e o governo do Estado para concessão de benefícios fiscais. Os acordos eram assinados, pela JBS, por Valdir Boni, que se tornou delator no acordo fechado com a PGR (Procuradoria Geral da República).
A PF entregou à Justiça Federal, no dia 19 de abril, uma análise sobre os papéis apreendidos. Uma auditoria feita nas planilhas pela CGU (Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União) apontou uma correspondência entre os benefícios obtidos pela JBS na área tributária e os valores anotados como pagamentos, à proporção de 20%.
As anotações indicam que R$ 5 milhões foram pagos ao "PMDB", R$ 9,2 milhões para uma empreiteira e mais R$ 2 milhões para uma gráfica, entre outros pagamentos.
As conclusões da PF na operação encontraram confirmação no conteúdo das delações da JBS e que vieram a público depois da investigação de MS. Em depoimento gravado em vídeo no acordo assinado com a PGR, um dos donos da JBS, Wesley Batista, afirmou que "o esquema" começou na época do governador e atual deputado Zeca do PT.
Em documento entregue à PGR, Valdir Boni, afirmou que a JBS pagou R$ 150 milhões como remuneração pelos decretos, tanto na gestão de Puccinelli quanto na do atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB).
OUTRO LADO
Em entrevista coletiva, Reinaldo Azambuja disse que doações feitas pela JBS foram declaradas à Justiça Eleitoral no diretório do PSDB, que repassou os recursos à sua campanha. Azambuja disse que, desde que tomou posse em 2015, mudou a política de incentivos fiscais e isso fez "dobrar" os recolhimentos da JBS em impostos. A Folha não conseguiu localizar as defesas de Puccinelli e de Zeca do PT. 

Federal prende ex-ministro Henrique Eduardo Alves

Do G-1
O ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, foi preso na manhã desta terça-feira (6) em um desdobramento da Operação Lava Jato. O ex-deputado Eduardo Cunha, que está preso em Curitiba,é alvo de um novo mandado de prisão preventiva. Ambos são do PMDB e foram presidentes da Câmara dos Deputados.

Batizada de Manus, a operação investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal.

Segundo PF, o sobrepreço chega a R$ 77 milhões.
São cumpridos 33 mandados, sendo cinco mandados de prisão preventiva (sem prazo), seis de condução coercitiva, quando alguém é levado a depor, e 22 de busca e apreensão nos no Rio Grande do Norte e no Paraná.

A investigação se baseia em provas da Lava Jato, que apontam o pagamento de propina a ex-parlamendois ex-parlamentares cujas atuações políticas favoreceriam duas grandes construtoras envolvidas na construção do estádio. A partir de delações premiadas e de quebras de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos, foram identificados diversos valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre os anos de 2012 e 2014, que na verdade consistiram em pagamento de propina. Identificou-se também que os valores supostamente doados para a campanha eleitoral em 2014 de um dos investigados foram desviados em benefício pessoal.
Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro. Sobre o nome da operação, é referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, cujo significado é: uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra.A Polícia Federal cumpre mandados nesta terça-feira (6) em um desdobramento da Operação Lava Jato. Mais informações em instantes.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Palocci pode delatar e Dirceu viaja para ver a mãe

Palocci pode citar mais de 20 empresas em delação premiada e Dirceu viaja para visitar a mãe com autorização do juiz Moro

Folha de S. Paulo 
O ex-ministro Antonio Palocci pode citar mais de 20 empresas no acordo de delação premiada que faz com o Ministério Público Federal.
Ele mesmo revelou o número a interlocutores com quem conversou recentemente em Curitiba. Palocci calcula que essa foi a quantidade de companhias com quem negociou contribuição em caixa dois para o PT.
Enquanto isso, José Dirceu viajou mil quilômetros de carro, de Brasília a Passa Quatro, em Minas, para comemorar o aniversário de 97 anos da mãe, dona Olga. Segundo relatos, ela não sabe que o filho foi condenado, preso e está agora em liberdade provisóriaA viagem foi feita com autorização do juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. 

ABERTURA DO FESTIVAL DE QUADRILHAS DE RUA “BIU E GOGÓ” É SUCESSO DE PÚBLICO

O clima de São João começou a esquentar na "capital da moda" nesta terça-feira (30) com a abertura do tradicional festival de quadrilhas de rua realizado pela Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe. O festival “Biu e Gogó” que homenageia Gogó de ouro, locutor e marcador de quadrilha e Biu Marcelino, sanfoneiro de oito baixos (ambos in memoriam), entra para seu quinto ano.

O festival tem passagem pelas principais ruas da cidade, com uma estrutura montada a cada edição, as quadrilhas de rua levam muito forró pé de serra para o povo com os forrozeiros Fogoió dos oito baixos e Paulo dos oito baixos.

A abertura do festival que aconteceu na rua Francisco Antonio Aragão, conhecida por rua da Assembleia teve apresentação do grupo “Vozes da Seca” e estiveram presentes na abertura do festival o prefeito Edson Vieira, o vice Dida de Nan, a secretária de Governo e Desenvolvimento Social, Alessandra Vieira, o gestor de Cultura Alberto Grilo e vereadores.
Estamos felizes em poder realizar mais um ano do festival de quadrilhas de rua, “Biu e Gogó” que traz alegria e entretenimento para o povo, além de cultura e lazer, abrindo os festejos juninos na cidade. Agradecemos ao marcador da quadrilha Valmir, ao gestor de cultura Alberto Grilo e aos sanfoneiros que vão seguir durante esses vinte dias de festival”, relatou Edson Vieira.
O gestor municipal de Cultura Alberto Grilo, afirma que o Festival vem se tornando um sucesso a cada ano.
Montamos um verdadeiro arraial itinerante, é diversão, mas também geração de emprego e renda com os parques que são montados e as barracas de comida que nos acompanham, então é uma festa completa com o único intuito de levar cultura e lazer às pessoas”.
A programação continua nesta quarta-feira, confira a agenda:

31/05 - Quarta  - Avenida Pedro e Paulo Alves da Rocha - São Miguel
01/06 - Quinta  - Travessa David Ferreira de Araújo - Dona Lica 2
02/06 - Sexta - Avenida Biu de Deda - São Jorge
03/06 - Sábado - Rua Tomé de Sousa - Nova Santa Cruz (Tomedrilha)
04/06 - Domingo - Rua Artur Correia de Araújo (Rua 4) - São Cristóvão
06/06 - Terça - Rua Antônio Gonçalves de Lima - Rio Verde
07/06 - Quarta - Avenida Prefeito Teófanes Ferraz Torres Filho - Palestina
08/06 - Quinta - Rua da Esperança - Jaçanã
09/06 - Sexta - Rua Rio de Janeiro - Arraial Cruz Alta e Santa Tereza (Pointdrilha)
10/06 - Sábado - Rua Manoel Rodrigues Sobrinho - Santo Agostinho (Zeliadrilha)
13/06 - Terça - Travessa São Pedro - Oscarzão
14/06 - Quarta - Rua Lázaro David Monteiro - São Cristóvão
16/06 - Sexta - Rua Luíza Mendes - Nova Santa Cruz (Chicodrilha)
17/06 - Sábado - Rua José Ramos Neto (Rua do Arame) - Santa Tereza (Pimentadrilha)
18/06 - Domingo - Rua Genário Olímpio da Rocha - Cruz Alta (Quadrilha do Anão)
19/06 - Segunda - Calçadão Miguel Arraes (Quadrilha dos Sulanqueiros)
20/06 - Terça - Rua Júlia Aragão - Bairro Novo.

Assessoria de Comunicação

ELEMENTO DE CARUARU COMETE ASSALTO EM TORITAMA E É MORTO EM AO TROCAR TIROS COM EQUIPE DO BEPI


O elemento identificado como João Paulo Cordeiro dos Santos, vulgo “Pinóquio”, de 21 anos de idade, que morava no bairro Agamenom Magalhães em Caruaru, morreu ao trocar de tiros com uma equipe BEPI – Batalhão Especializado de Policiamento do Interior – durante a tarde desta terça-feira (30), próximo ao Sítio Oncinhas na zona rural de Toritama.

Segundo a Polícia Militar, havia dois elementos em um veículo Ônix prata, que foi tomado em um assalto na cidade de Toritama há duas semanas, o efetivo foi ao encontro dos elementos para abordá-los, mas foi recebido a atirar pelo “Pinóquio” que na troca de tiros foi atingido fatalmente.

O elemento foi reconhecido como um dos autores do assalto onde foi subtraído da vítima o referido veículo. O comparsa que não foi identificado conseguiu se evadir pelo matagal. O corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.

Do: Blog Agreste Notícia

quinta-feira, 25 de maio de 2017

RÓTULO DO CORPO | 30 ANOS VESTINDO VOCÊ!

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé
Nada na vida fará você ser feliz até que você escolha ser feliz.
 Tenha um ótimo dia!

Confira mais em nosso SITE e Instagram:


JOVEM É EXECUTADO ATRAVÉS DE DISPAROS DE ARMA DE FOGO EM TAQUARITINGA DO NORTE


Mais um crime de morte foi registrado na noite desta quarta-feira, 23 de maio, no município de Taquaritinga do Norte, Agreste do Estado. A vítima fatal foi identificada como sendo Renato César Lopes Bezerra, de 25 anos de idade.


De acordo com informações, dois elementos armados se aproximaram do rapaz e efetuaram dois disparos de arma de fogo a queima roupa, o qual foi a óbito no local. O fato ocorreu no loteamento Capibaribe.
 
Policiais do 24º BPM – Batalhão da Polícia Militar – estiveram realizando o isolamento da área até a chegada da Polícia Civil, que realizou levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o Instituto de Medicina Legal (IML) da cidade de Caruaru, também no Agreste.

Do: Blog Agreste Notícia

Governo revoga hoje ato que jogou Exército nas ruas

O governo federal deve decidir ainda na manhã de hoje se revoga ou não o decreto assinado pelo presidente Michel Temer (PMDB) que autoriza o uso das Forças Armadas para fazer a segurança de prédios públicos em Brasília até a semana que vem. Ontem, manifestantes invadiram e depredaram prédios de ministérios após confronto com a Polícia Militar.
A violência dos atos deixou 49 feridos e acabou com a detenção de ao menos oito pessoas. "Hoje, teremos uma reunião com o presidente e a decisão [sobre revogar o decreto] será tomada", disse o ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS), em entrevista à rádio CBN.
Leia a íntegra do decreto Participam da reunião quatro ministros: Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria­Geral) e Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo), e o general Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional). Jungmann, que mencionou o encontro na entrevista, não aparece na lista de participantes.
Nessa reunião, pode haver a decisão política de revogar a medida, mas existem senões. O governo explica que há ministérios vulneráveis, por causa das depredações. Por isso não se revogou o decreto na quarta.
Muitos prédios ficaram abertos, sem segurança, e o governo temia saques. Portanto, as Forças precisavam ficar protegendo os prédios à noite, na avaliação do Planalto.
Para Jungmann, que considerou o uso das Forças Armadas como "um grande acerto", se o Exército informar que "não há nenhuma possibilidade de retornar aquele clima anterior", será dada a Temer a sugestão para revogar o decreto. O ministro ressaltou que a decisão final caberá ao presidente. "Mas isso depende de uma avaliação que a gente precisa ter da situação em toda a Esplanada dos Ministérios", comentou o ministro. Temer havia considerado que os protestos acabaram transformando­se em "baderna".
O ministério da Defesa anunciou, na noite de ontem, que 1.500 homens foram mobilizados, sendo 1.300 militares do Exército e 200 fuzileiros navais. A medida é exclusiva para os prédios públicos, segundo a pasta. Jungmann disse que, como a polícia do Distrito Federal "não estava conseguindo conter os atos de vandalismo e quebra­quebra", o governo federal não viu outra alternativa a não ser a utilização das Forças Armadas. "Algo inevitável", avaliou.

terça-feira, 23 de maio de 2017

PREFEITURA DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE INICIA CAMPANHA MAIO AMARELO DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO


Com o tema: "Minha escolha faz a diferença", foi iniciada na tarde deste domingo (21), a campanha Maio Amarelo em Santa Cruz do Capibaribe. A programação começou com uma missa campal, em frente à Igreja de São Cristóvão em favor das vítimas de acidente de trânsito. A celebração contou com participação do prefeito Edson Vieira e da secretária de governo e desenvolvimento scial Alessandra Vieira Governo, Breno Feitoza (Saúde) e Fábio Aragão (Mobilidade Urbana).


Após a missa, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), realizou encenação de um acidente na Avenida 29 de Dezembro, onde um veículo colide com uma motocicleta e uma criança vai a óbito. Essa ação visa alertar as pessoas para conscientização e os cuidados que se deve ter no trânsito.


O prefeito Edson Vieira falou da importância da campanha.
O Maio Amarelo desse ano traz para o motorista a responsabilidade de saber que suas atitudes fazem a diferença. Não atender o celular ao dirigir, usar cinto de segurança, respeitar faixa de pedestre e os limites de velocidade são alguns cuidados que podemos tornar o trânsito seguro”, disse o prefeito.
Mais de 70% de todas as ocorrências do SAMU, são provenientes de acidentes de trânsito, na sua grande maioria envolvendo motos. Santa Cruz do Capibaribe possui uma grande frota de motocicletas, isso traz uma grande preocupação pois um paciente vítima de acidente de trânsito traz um custo muito grande, tira ele do mercado de trabalho durante um bom período, sofre toda família e o tratamento por muitas vezes é bastante caro”, contou o secretário de saúde, Breno Feitoza.

Fábio Aragão, secretário executivo de mobilidade urbana destacou o objetivo da campanha.
Nosso foco é reduzir os números de acidentes no município. Estamos trabalhando através da educação, conscientizando condutores e pessoas envolvidas no trânsito. Vamos atuar nas escolas com palestras, tudo para um trânsito cada vez melhor e menos violento”, destacou o secretário.
Nesta segunda-feira (22), a campanha continuou com mobilização do Serviço de Fortalecimento de Vínculos, alertando motoristas, motociclistas e pedestres sobre cuidados no trânsito. A campanha Maio Amarelo vai prosseguir durante esta semana com palestras nas escolas públicas do município, ministradas pelas equipes de trânsito e SAMU. Esta campanha conta com apoio das secretarias de Educação, Saúde, Desenvolvimento Urbano, Governo e Desenvolvimento Social.

Assessoria de Comunicação

Na próxima quinta-feira – Edson Vieira lançará oficialmente São João da Moda 2017

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, lançará oficialmente na próxima quinta-feira a edição 2017 do São João da Moda. O evento, que este ano acontecerá pelo quinto ano consecutivo, tornou-se referência no estado de Pernambuco e ao longo das noites de festa atrai grandes públicos a Avenida 29 de Dezembro.

A edição deste ano está cercada de muita curiosidade e especulações quanto as atrações que se apresentarão nos palcos e polos do evento, que será aberto no próximo dia 21 de junho. A festa de lançamento do São João da Moda 2017 acontecerá na AABB, às oito da noite, e o público que marcar presença assistirá a apresentação de artistas locais, que farão o aquecimento para a largada oficial dos festejos juninos de Santa Cruz.


Homenageados - Os escolhidos para serem homenageados no São João deste ano foram o cantor Zito Ribeiro (In memoriam) e o forrozeiro e radialista Hildo Teixeira. A escolha dos homenageados, segundo o prefeito Edson Vieira, se justifica pela grande bagagem cultural apresentada por eles. “Dentro de uma discussão e por unanimidade escolhemos Hildo Teixeira e Zito Ribeiro como homenageados. A vida de Hildo e de Zito se confundem com a cultura de Santa Cruz do Capibaribe e do povo nordestino”, relatou o prefeito.

Blog do César Mello

quarta-feira, 17 de maio de 2017

ALTA TEMPORADA NO MODA CENTER SANTA CRUZ COMEÇA NO PRÓXIMO DOMINGO


O Moda Center Santa Cruz modifica, a partir do próximo domingo (21), os seus dias de abertura. Ao invés de atender o público atacadista nas segundas e terças-feiras, como de costume, passa a abrir aos domingos e segundas-feiras, das 8h às 18h. Os mais de 10 mil boxes e lojas do maior centro atacadistas de confecções do Brasil passarão a atuar em regime especial até o dia 18 de junho, aproveitando o primeiro período de alta temporada do ano que antecede o Dia dos Namorados e o São João e coincide com os lançamentos de novidades das coleções de inverno das marcas locais.
 Segundo Allan Carneiro, síndico do Moda Center, mesmo com a tímida retomada de crescimento do país, a perspectiva é positiva.
Estimamos que o crescimento de público nesta primeira alta temporada de 2017 seja de 5% a 8% em relação ao número de clientes que recebemos nos meses de maio e junho do ano passado”, comentou.
 A expectativa é receber de 50 a 60 mil compradores por feira. Para aproveitar esse período, a segunda melhor época do ano para o comércio no Moda Center, perdendo apenas para a época que antecedo o Natal, a administração continua investindo no aperfeiçoamento de sua infraestrutura para receber clientes de todo o país. Recentemente concluiu o recapeamento asfáltico da parte mais antiga dos estacionamentos frontais do centro atacadista. O trecho, que havia sido inaugurado em 2006, teve 34.218 m² recuperados, fruto do investimento de R$ 830.350,39. Com a nova camada asfáltica, 870 vagas foram restauradas e outras 200 criadas. A administração também criou 417 vagas exclusivas para motocicletas. Os recursos foram oriundos do leilão de 48 novos boxes nos setores Branco e Amarelo, realizado em setembro de 2016 e aprovado em Assembleia Geral em março daquele ano.

Para a impulsionar as vendas, a gestão voltou a investir em mídia. Uma campanha televisiva começou a ser veiculada na emissora de maior audiência no país em Sergipe, no Maranhão, em Alagoas e no Piauí. Pesquisa realizada no último período de alta temporada constatou forte presença de potenciais compradores desses estados no Moda Center. A previsão de impacto inicial é de mais de 10 milhões pessoas durante o período. O centro atacadista também renovou contrato com a atriz e apresentadora, Carol Nakamura, por mais um ano. A nova campanha deverá ser produzida em junho.

ESTRUTURA - Referência nacional, o Moda Center Santa Cruz é o maior centro atacadista de confecções do Brasil. A ampla estrutura é composta por seis módulos, que ocupam uma área coberta de 120 mil metros quadrados construída num espaço de 32 hectares. O empreendimento reúne mais de 10 mil lojas e boxes onde são comercializadas peças no atacado e no varejo. O mix de produtos inclui de itens populares a artigos mais trabalhados.
 
O parque disponibiliza seis praças de alimentação com restaurantes e lanchonetes, estacionamento gratuito, rede própria de hotéis, pousadas e dormitórios com mais de dois mil leitos, posto ambulatorial, caixas eletrônicos, banheiros, fraldários, casa lotérica, carrinhos de compras, sistema de som, rádio exclusiva, circuito interno de segurança e muito mais.

Assessoria de Comunicação

terça-feira, 16 de maio de 2017

EMOÇÃO TOMA CONTA DA PRAÇA DOS ESTUDANTES EM FINAL DO CONCURSO THE VOICE STUDENT 2017


A população de Santa Cruz do Capibaribe lotou a Praça dos Estudantes na tarde deste domingo (14), para acompanhar a final do concurso musical, The Voice Student 2017. 

A segunda edição da competição teve Ana Júlia, estudante da Escola Antônio Burgos como vencedora. O evento é uma realização da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Educação.




Na grande final se apresentaram alunos de escolas públicas e particulares do município. A escolha da campeã se deu por meio de votos da rede social do concurso e distribuição de pontos dos jurados.

Vale salientar que, os técnicos não votaram em seus orientados, apenas nos participantes dirigidos por outros jurados.

Agradeço de coração a toda equipe da Secretaria de Educação por desenvolverem um projeto tão bonito como esse. O The Voice Student é uma competição que oportuniza cultura, lazer e mais educação aos estudantes do município. Parabenizo todos que chegaram a esta final, superaram várias etapas para estarem aqui, por isso os considero campeões”, disse o prefeito Edson Vieira.
Joselito Pedro, secretário de educação, destacou a participação do público na final do The Voice Student 2017.
O evento foi lindo, trouxemos a família de Santa Cruz do Capibaribe em uma tarde/noite de domingo, para prestigiar um trabalho que evidência a cultura, o talento e as vozes dos nossos alunos. Parabéns a todos e em 2018 o The Voice virá com mais força e mais organização”, frisou o secretário.
Ter minha família com apoio foi fundamental na minha apresentação, a presença deles na plateia me deu muita confiança. Agradeço a Jaime Papão por ter me orientado, não tivemos dificuldades para ensaiar e nos tornamos amigos. Nós que participamos da final ficamos amigos, foi muito bom, não tenho palavras para descrever minha felicidade ao participar e vencer este concurso”, disse Ana Júlia, estudante da Escola Antônio Burgos, vencedora do The Voice Student 2017.



Os três primeiros colocados ganharam troféus, os dois melhores vão receber um ano de aula de música grátis, a campeã foi presenteada com um violão, brinde do deputado Diogo Moraes e um Tablet ofertado pela Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe.

Vencedores:

1º Ana Júlia, Escola Antônio Burgos,
2º Yasmim Ruth, Escola Santo Antônio,
3ºElivelte Nunes, Escola Estadual de Referência Luiz Alves da Silva.


PF indicia Lula por venda de Medida Provisória

Para polícia, ex-presidente teria praticado o crime de corrupção passiva para aprovar a MP do Refis; se o Ministério Público acatar a sugestão da PF, ex-presidente se tornará réu no segundo processo sobre venda de MPs
O Estado de S.Paulo - Fabio Serapião, Fábio Fabrini e Andreza Matais
A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por suposto envolvimento na venda da Medida Provisória 471 em um desdobramento da Operação Zelotes. Além de Lula, a PF indiciou outras 12 pessoas, entre elas o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, da CAOA, e o ex-presidente da Mitsubishi, Paulo Ferraz, o ex-ministro Gilberto Carvalho e lobistas.
O indiciamento foi revelado pelo site G1 e confirmado pelo Estado. O grupo de lobistas alvos do inquérito já foi condenado em outro processo, mas Lula continuou sendo investigado nesse inquérito que teve desfecho agora com o indiciamento. Caso o Ministério Público Federal acate a sugestão da PF, Lula poderá se tornar réu no segundo processo sobre venda de MPs - o ex-presidente já é réu por suposta participação da compra da MP 627/2013.
No entendimento da PF, o ex-presidente teria praticado o crime de corrupção passiva ao participar do esquema para aprovação da MP 471, a chamada MP do Refis. Em outubro de 2015, o Estado revelou que documentos apreendidos pela PF apontavam que a MP teria sido “comprada” por meio de lobby e de 
As empresas do setor teriam negociado pagamentos de até R$ 36 milhões a lobistas para conseguir do Executivo um “ato normativo” que prorrogasse incentivos fiscais de R$ 1,3 bilhão por ano para montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Mensagens trocadas entre os envolvidos mencionam a oferta de propina a agentes públicos para viabilizar o texto, em vigor até o fim deste ano.
Para ser publicada, a MP passou pelo crivo da presidente Dilma Rousseff, então ministra da Casa Civil. Anotações de um dos envolvidos no esquema descrevem também uma reunião com o então ministro Gilberto Carvalho, indiciado ao lado de Lula, para tratar da norma, quatro dias antes de o texto ser editado. Um dos escritórios que atuaram para viabilizar a medida fez repasses de R$ 2,4 milhões a um filho do ex-presidente Lula, o empresário Luís Cláudio Lula da Silva. A empresa dele foi aberta em 2011, ano em que a MP entrou em vigor.
Conforme os documentos obtidos à época pelo Estado, a MMC Automotores, subsidiária da Mitsubishi no Brasil, e o Grupo CAOA  pagariam honorários a um “consórcio” formado pelos escritórios SGR Consultoria Empresarial, do advogado José Ricardo da Silva, e Marcondes & Mautoni Empreendimentos, do empresário Mauro Marcondes Machado, para obter a extensão das benesses fiscais por ao menos cinco anos. Os incentivos expirariam em 31 de dezembro de 2010, caso não fossem prorrogados.
Após analisar os documentos, e-mails e reuniões entre Lula e o lobsta Mauro Marcondes, a PF entendeu que a as negociações para a compra da MP tiveram início em 2009, quando Lula ainda era presidente, e concluiu que existem "indícios suficientes" da participação de Lula nas tratativas.