sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

RÓTULO DO CORPO | 30 ANOS COM VOCÊ!

“A RESPOSTA QUE FOI DADA NESTA SENTENÇA FOI DE ACORDO COM AS PROVAS DO PROCESSO”, AFIRMA JUIZ QUE CONDENOU JOSÉ AUGUSTO A PRISÃO


O Blog do Ney Lima entrevistou o juiz Dr. Danilo Félix de Azevedo, que proferiu a sentença que condenou réus envolvidos no famoso “Escândalo da Merenda”, causado por licitações fraudulentas em 2006.
Além do ex-deputado e ex-prefeito José Augusto Maia (PTN), também foram condenados o vereador Zé Elias (PSDB) e seu filho, e também dois servidores a época que faziam parte da comissão de licitação. Confira os principais pontos:

Embasamento da condenação - De acordo com o juiz, o embasamento para sua decisão se deu a diversos fatores. Ao todo, a decisão possui 128 páginas e o mesmo citou o resumo de seus argumentos.

“Deixou-se de observar algumas formalidades legais. O maior exemplo de ausência das formalidades, em se analisar de forma apurada, cuidada, aquelas previstas em Lei, foi na dispensa de licitação 01/2005, em que há ausência de pesquisa para se justificar os preços. Existiram algumas ofertas por parte de empresas daqui; elas tinham o produto, mas o preço estava em branco. A empresa “Cerealista Pai & Filho” não foi submetida a essa pesquisa, justificativa de preço e mesmo assim, ela foi contratada, sem nenhuma pesquisa anterior. Foram essas ausências de observância as formalidades e aos procedimentos legais, que caracterizam esse delito (previsto) no Artigo 89. Ele traz três crimes: 1) Dispensar, fora das hipóteses previstas em lei a licitação; 2) Exigir licitação fora das hipóteses previstas em lei; e a que foi configurada aos acusados, a que sustentou a condenação, que foi 3) Deixar de observar as formalidades pertinentes a dispensa ou ilegibilidade”, disse.
Segundo ele, a lei traz várias formalidades como pesquisa, justificativa de preço, a não contratação de pessoas que tenham algum grau de envolvimento com a administração pública como servidores ou ocupantes de cargos públicos entre outros.
Não houve indícios de desvio de recursos por parte dos acusados – No decorrer da entrevista, o juiz citou que não houve indícios de desvio de recursos ou de enriquecimento ilícito por parte dos envolvidos, porém houve “atos omissivos” quanto à licitação.

Para ele, mesmo não havendo prejuízos aos cofres públicos, recentes decisões são proferidas nesse sentido, mesmo que não sejam constatados desvios ou atos de corrupção.
“O Supremo Tribunal Federal (STF), por intermédio da terceira sessão da corte, o crime se perfaz com a mera dispensa ou a afirmação de que a licitação inexigiu fora das hipóteses previstas em Lei, tendo a gente a consciência dessa circunstância. Não se exige qualquer resultado naturalístico para sua consumação, a exemplo de prejuízo ao erário público”, disse.
O mesmo citou que, em 28 de junho de 2016, o mesmo STF teria decidido, por unanimidade em um desses processos, que o crime de dispensa de licitação é formal, mesmo que não demonstre qualquer prejuízo ao erário ou enriquecimento ilícito.

Dureza das penas aplicadas - Questionado se as penas aplicadas aos acusados não seriam duras, já que não há antecedentes criminais e também a comprovação de que não houve dolo ou seja: o prejuízo aos cofres públicos ou atos de corrupção, ele foi enfático.

“As penas foram fixadas no mínimo legal para os acusados. Nenhuma das penas aplicadas, impostas aos condenados, tiveram seu patamar mínimo ultrapassado. Todas foram fixadas no mínimo legal. A pena mínima para o presente caso era de 08 anos. Vem sendo configurado, já que foram três processos: duas dispensas (de licitação) e uma tomada de preço”, pontuou.

Se houve ou não a intenção a época em fraudar a licitação - Sobre esse ponto, o juiz citou que chegou à conclusão de que o vice-prefeito à época, o vereador Zé Elias, ser conhecido na cidade e que teria conhecimento de que a empresa citada era de seu filho.


Para ele, depoimentos no decorrer do processo atestaram esse fato, sinalizando que houve sim a intenção de se fraudar a licitação por parte do político.
“Testemunhas de defesa chegaram a confirmar que a empresa de José Alexsandro seria dele e de seu pai, Zé Elias”, pontuou.
Do Blog do Ney Lima

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Amor de verdade a gente conserta, não joga fora


Considerado o “Poderoso Chefão” dos sentimentos, todo mundo quer encontrar o grande amor. Mas, ao mesmo tempo, ninguém quer dividir tristezas e desilusões, sentir as incansáveis dores físicas, passar por torturas psicológicas ou ficar noites sem dormir. Ninguém quer ter que aguentar o outro de mau humor,suportar as diferenças, compartilhar e ceder.
As pessoas querem mesmo é viver apaixonadas, curtir aquele desejo e vontade de fazer sexo todas as noites, tomar sol em uma casa de veraneio na praia ao som dos pássaros cantando e viver o sonho da família Doriana. Por isso, os amores de hoje são tão descartáveis. A cada esquina se acha alguém para se apaixonar, mas ninguém para amar. Cadê as pessoas que estão dispostas a suportar, no dia a dia, as imperfeições e que estão afim a criar problemas e, depois, resolvê-los juntas?
Está tão clichê dizer eu te amo e fazer amor (que nem pode mais se chamar de amor), que andar de mãos dadas não reflete companheirismo e um elo, mas sim, só mais duas mãos e alguns passos, que podem seguir separados. O que mais me impressiona não é nem o fato do “felizes para sempre” estar quase que em extinção, mas a coragem que as pessoas têm de, quando não conseguirem fazer as coisas darem certo e enfrentarem dificuldades juntas, se consolarem com o simples “Não era pra ser…”. Porque afinal, a culpa toda é do destino.
Esses dias estava tentando resolver um cubo mágico e me irritei tão fácil que obviamente não cheguei nem na primeira lateral de cores. Fiquei pensando na quantidade de coisas na vida que deixamos passar por falta de força de vontade. Com o amor é assim. Não queremos unir o azul, o amarelo, o verde, o branco e o vermelho, queremos só o vermelho e pronto. Mas para tudo e todo tipo de amor, sejam entre homens e mulheres, amigos e familiares é preciso de uma união de cores, sentimentos e mais do que isso, paciência. Tudo precisa se encaixar no lugar certo. Só que nós precisamos fazer nossa parte para que isso aconteça. Tentar, quem sabe?

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Por que especialistas acreditam que avião com Chapecoense caiu por falta de combustível

Destroços do avião da Chapecoense
Autonomia similar à distância do percurso, turbinas intactas e ausência de fogo reforçam hipótese de "pane seca"
Os acidentes aéreos geralmente são causados por uma combinação de fatores, costumam apontar especialistas.
Mas no caso do avião da companhia boliviana Lamia com a equipe da Chapecoense, que caiu na madrugada desta terça-feira, as opiniões parecem convergir para a falta de combustível.
Outra hipótese levantada é pane elétrica. Mas uma não necessariamente exclui a outra.
A BBC Brasil ouviu especialistas que explicam por que essa opção é a causa mais provável do acidente.
Eles lembram, no entanto, que é importante esperar pela análise das caixas-pretas e aguardar a conclusão das investigações para se chegar a certezas.

1) Autonomia

A autonomia do quadrimotor Avro RJ-85 era de cerca de 3 mil quilômetros, praticamente a mesma distância entre as cidades de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, de onde partiu, a Medellín, na Colômbia, seu destino final.
No plano de voo, estava prevista a possibilidade de o avião parar para reabastecer em Cobija (norte da Bolívia) ou Bogotá (Colômbia).
Mas o piloto decidiu seguir a rota sem interrupções.
"Autoridades de aviação nunca autorizariam um voo de uma aeronave cujo autonomia é equivalente à distância percorrida. Ou o avião passou por modificações, com a instalação de tanques de combustível adicionais, ou o piloto não quis fazer a escala por algum motivo, meteorológico ou técnico", diz Lito Sousa, supervisor de manutenção de aeronaves e editor do site e canal de vídeos Aviões e Músicas, dedicado à aviação.
Além disso, imagens do site de rastreamento de voos FlightRadar24 mostram que o quadrimotor deu duas órbitas no ar antes de começar a reduzir a altitude e cair próximo à região de Rio Negro, na Colômbia.
As voltas seriam um indicativo de que o piloto iniciava uma preparação para o pouso, ou aguardava autorização do aeroporto para a aterrissagem. Ele também poderia ter recorrido à manobra para pensar no que fazer diante da situação.
Mas, segundo um piloto não identificado da companhia Avianca, que relatou à imprensa colombiana ter ouvido o diálogo entre a torre de controle do aeroporto de Medellín e a tripulação do voo da Chapecoense, houve um pedido de prioridade de pouso no aeroporto por "problemas de combustível".
A permissão, contudo, teria sido negada por causa de um voo da VivaColombia, que também passava por uma emergência.
Foi a partir daí que a tripulação do Lamia teria relatado uma "pane elétrica" e decretado situação de emergência.
As informações sobre a prioridade dada ao avião da VivaColombia foi confirmada por autoridades bolivianas.
Destroços do avião da Chapecoense
Não houve explosão após colisão com o solo
Protocolos de aviação civil determinam que aviões devem ter combustível suficiente para concluir sua rota.
"Trata-se de um avião de excelente qualidade, mas com uma autonomia de cerca de 3 mil km, uma distância muito similar à da rota. Não faz sentido ele não ter pousado para reabastecer", avalia Jorge Eduardo Leal Medeiros, engenheiro aeronáutico e professor Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo).
"Provavelmente, para cortar custos, ele decidiu seguir o trajeto sem escalas", acrescenta.
Segundo Leal Madeiros, se o pouso tivesse sido permitido, o piloto teria conseguido aterrissar a aeronave.
"Consta que o piloto deu duas voltas - provavelmente para aguardar a aterrissagem. Fazendo um cálculo superficial, isso equivaleria a 8 minutos ou 20 milhas náuticas (37 km), o suficiente para que ele chegasse ao destino final", afirma.

2) Turbinas intactas

Fotos do local do acidente, em uma área montanhosa a cerca de 50 km de Medellín, mostram as turbinas do avião praticamente intactas.
Segundo especialistas, isso seria um indicativo de que o motor não estava funcionando antes de o avião se chocar com o solo.
"As palhetas do fan (ventoinha do motor) estão praticamente intactas, o que sugere que as turbinas não estavam funcionando no momento no impacto", opina Sousa.

3) Sem fogo ou corpos carbonizados

Outro indicativo que dá maior força à versão de pane seca é a ausência de fogo ou corpos carbonizados.
"Se o avião ainda estivesse com combustível, a chance de explosão seria maior", diz Leal Medeiros.
Sousa também contesta a teoria de que o piloto teria jogado combustível fora diante da situação de emergência.
Isso porque, segundo ele, esse sistema não existe nesse modelo. Além disso, a hipótese "não faz sentido".
"Uma aeronave só dispensa combustível em uma condição: quando seu peso for maior do que o peso máximo de pouso e se as condições de emergência permitirem", explica.
"Acontece que dispensar combustível leva tempo, dependendo do avião até 30 minutos, então se o retorno tiver que ser imediato, o piloto não vai perder tempo alijando, vai efetuar o pouso com o avião acima do peso máximo", acrescenta.
"Se o avião acidentado estava já no final de sua viagem, estava com o mínimo de combustível e bem leve, portanto desnecessário qualquer alijamento. Além disso, como o peso máximo de decolagem e o peso máximo de pouso do Avro RJ85 são próximos, ele nem possui sistema de alijamento de combustível", conclui.
Os especialistas ouvidos pela BBC Brasil também afirmam ser raro casos de acidentes aéreos causados por falta de combustível.
Um dos mais conhecidos deles aconteceu em outubro de 1990 com um avião da Avianca, que seguida de Bogotá, na Colômbia, para Nova York, nos Estados Unidos, com escala em Medellín.
A aeronave ficou sem combustível devido a uma série de atrasos, provocados por condições meteorológicas adversas e ruídos de comunicação entre a cabine e a torre de controle.

Acidente

Na madrugada de terça-feira, o avião com a equipe da Chapecoense caiu a 50 km da cidade colombiana de Medellín. Ali o time jogaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional.
Das 77 pessoas a bordo, 71 morreram e outras seis sobreviveram.
Da BBC Brasil em Londres

Plano de Enfrentamento a Violência é lançado em Santa Cruz do Capibaribe


O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), lançou na manhã desta quarta-feira (30), através da Secretaria de Defesa Social, o “Plano Municipal de Enfrentamento a Violência”. O encontro foi realizado no auditório da Secretaria de Educação onde foi apresentado um plano de ação para autoridades e imprensa.

A operação começa amanhã dia (01), vai aumentar a presença da Guarda Civil Municipal em prédios e vias públicas, incrementar o número de veículos (carros e motos) à disposição da corporação e ampliar a iluminação pública da cidade. O plano também prevê ações conjuntas entre a Guarda Municipal e as Polícias Civil e Militar. A ação pretende trabalhar de forma precisa e eficaz, através de rondas ostensivas e motorizadas, nos perímetros urbano e rural do município.

Ao se pronunciar, o prefeito Edson Vieira destacou o objetivo do plano. “Estamos buscando resguardar a população, devolver a sociedade  a segurança, proporcionando dias melhores ao povo de Santa Cruz do Capibaribe, sabemos das dificuldades, é por isso que estamos encarando o problema de frente e damos uma reposta efetiva à população, por isso resolvemos dar prioridade a este plano, que atuará de forma ostensiva e com efetividade”, disse.

“O planejamento é tudo quando a gente trata de segurança pública. Segurança pública sem planejamento não anda. Esse planejamento foi feito com muito cuidado e dentro da realidade. Estamos saindo de uma, para quatro viaturas, teremos três motos com a ROMUT e vamos colocar mais Guardas Municipais nos logradouros públicos. Junto com a Polícia Militar e Civil, proporcionaremos um ações de segurança para a população”, frisou o Tenente Coronel Sena, Secretário de Defesa Social de Santa Cruz do Capibaribe.

Idelfonso Queiroga, Comandante do 24ª Batalhão de Polícia Militar, falou do plano que junta prefeitura e órgãos de segurança pública. “É importante essa iniciativa do prefeito em buscar melhorias na segurança pública do município. Essa união (Polícia Militar, Civil e Prefeitura) é de grande valor, um caminho sem volta que tem como meta diminuir a criminalidade na cidade”, relatou o comandante.

“A gente recebe positivamente estas ações integradas da prefeitura, pois estão tentando nos auxiliar. Recebemos esse plano de forma positiva como também todos os esforços que são destinados à segurança pública de nossa cidade e região”, destacou Júlio Porto, Delegado Regional de Polícia Civil.

Gabinete Integrado de Segurança Pública de Santa Cruz do Capibaribe

Na oportunidade, também foi lançado o Gabinete Integrado de Segurança Pública que tem como objetivo, debater de forma eficaz e fazer os devidos encaminhamentos das ações no combate a violência no município, fazendo também o acompanhamento permanente e avaliação de cada operação realizada.

Para integrar este gabinete o prefeito convidou as entidades: ASCONT, CDL, ASCAP, Moda Center, UESCC, Associações de moto-taxistas, taxistas e de transportes alternativos (Toyoteiros), Comunidade Católica e Evangélica, Polícia Militar e Civil, Câmara de Vereadores, Ministério Público e Poder Judiciário.

O poder executivo também vai gerenciar o comitê através do prefeito e das Secretarias de Defesa Social, Governo, Educação e Planejamento e Gestão.

Do Blog Direto Ao Ponto

ADOLESCENTES SÃO APREENDIDOS COM ARMA DE FOGO E MUNIÇÕES EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

 
No final da tarde da última segunda-feira (28) a Polícia Militar através do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) realizava patrulhamento na Rua Projetada do loteamento Gavião em Santa Cruz do Capibaribe quando se deparou com dois adolescentes em uma motocicleta Honda Pop-100c de cor vermelha e placa PCA-4150.
 
 
Ao ser realizada a abordagem, os policiais encontraram no bolso do indivíduo que estava na garupa do veículo, 14 munições, sendo dez delas de calibre 38 e quatro de calibre 32. Ao ser indagado sobre o material apreendido, o adolescente revelou que teria indo buscar na cidade de Caruaru para o terceiro adolescente de 17 anos de idade que foi apreendido em sua residência no bairro Santo Agostinho.
 
No imóvel, os policiais envolvidos na ocorrência apreenderam um revólver cal. 32 sem munições. Diante do fato, todos os envolvidos foram apresentados na Delegacia de Polícia de Santa Cruz do Capibaribe.
 
Do: Blog Agreste Notícia

Moro ouve hoje Lula como testemunha de Cunha

O juiz federal Sergio Moro ouve, hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como testemunha de defesa do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O petista vai prestar depoimento por videoconferência, ou seja, não vai ficar frente a frente com o magistrado da Operação Lava Jato.

O ex-deputado foi preso preventivamente por ordem do juiz federal Sérgio Moro no dia 19 de outubro, em Brasília. Eduardo Cunha arrolou Lula como uma de suas testemunhas na ação penal que responde perante a 13ª Vara Federal, de Curitiba, sob tutela do juiz Moro. Na lista de testemunhas também está o presidente Michel Temer, que responderá por escrito questionamentos feitos por Eduardo Cunha.

Na segunda-feira, 28, Moro vetou 21 das 41 perguntas da defesa do ex-presidente da Câmara ao presidente da República. Das 21 perguntas proibidas pelo juiz da Lava Jato, 13 foram consideradas "inapropriadas" pelo magistrado que levou em conta que "não há qualquer notícia do envolvimento do Exmo. Sr. Presidente da República nos crimes que constituem objeto desta ação penal".

Eduardo Cunha é acusado de ter solicitado e recebido, entre 2010 e 2011, no exercício de sua função como parlamentar e em razão dela, vantagem indevida, relacionada à aquisição, pela Petrobras de um campo de petróleo em Benin.

O ex-presidente da Câmara é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro, evasão fraudulenta de divisas pela manutenção de contas secretas na Suíça que teriam recebido propina do esquema na Petrobrás.

A ação já havia sido aberta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em junho. O processo foi remetido para a primeira instância em Curitiba, pois Cunha perdeu foro privilegiado desde que foi cassado pela Câmara, por 450 votos a 10, no dia 12 de setembro. Com isso, o Supremo remeteu esta ação contra o peemedebista para a Justiça Federal em Curitiba, sede da Lava Jato.

Lula também é réu em ação penal na 13ª Vara Federal, em Curitiba. O ex-presidente responde por corrupção e lavagem de dinheiro. O petista é acusado de receber R$ 3,7 milhões, da OAS, em forma de benesses, no apartamento tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá (SP). O dinheiro seria propina de contratos da Petrobras, segundo a força-tarefa da Operação Lava Jato.

As primeiras audiências do processo que Lula responde começaram na semana passada e tiveram bate boca. Moro chegou a suspender as audiências por pelos menos quatro vezes e advertiu os advogados por "comportamento processual inadequado".

“Não se pode calar a Justiça”, diz Cármen Lúcia

Da Folha de São Paulo
A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), ministra Cármen Lúcia, divulgou nota nesta quarta-feira (30) em que lamenta o resultado da votação das medidas anticorrupção na Câmara dos Deputados.

Para ela, o texto aprovado ameaça a independência dos juízes. Os deputados aprovaram uma emenda que prevê punição a magistrados e integrantes do Ministério Público por crimes de abuso de autoridade com base em várias condutas, algumas de caráter subjetivo.

"A democracia depende de Poderes fortes e independentes. O Judiciário é, por imposição constitucional, guarda da Constituição e garantidor da democracia [...] Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguiu, nem se conseguirá, calar a Justiça", afirma a nota.

"A ministra Cármen Lúcia reafirma o seu integral respeito ao princípio da separação de Poderes. Mas não pode deixar de lamentar que, em oportunidade de avanço legislativo para a defesa da ética pública, inclua-se, em proposta legislativa de iniciativa popular, texto que pode contrariar a independência do Poder Judiciário", diz.

O pacote de dez medidas anticorrupção foi proposto pelo Ministério Público Federal e reuniu assinaturas de cerca de 2,3 milhões de apoiadores para ser enviado ao Congresso.

A punição a juízes, promotores e procuradores não estava no relatório aprovado na comissão especial da Câmara criada para transformar as dez medidas em lei. O relator do projeto na comissão, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), afirmou que seus colegas fizeram um "picadinho" de seu relatório.

Leia a nota da presidente do STF na íntegra.

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, reafirma o seu integral respeito ao princípio da separação de poderes. Mas não pode deixar de lamentar que, em oportunidade de avanço legislativo para a defesa da ética pública, inclua-se, em proposta legislativa de iniciativa popular, texto que pode contrariar a independência do Poder Judiciário.

Hoje, os juízes respondem pelos seus atos, na forma do estatuto constitucional da magistratura.

A democracia depende de poderes fortes e independentes. O Judiciário é, por imposição constitucional, guarda da Constituição e garantidor da democracia. O Judiciário brasileiro vem cumprindo o seu papel. Já se cassaram magistrados em tempos mais tristes. Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguiu, nem se conseguirá, calar a Justiça.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

HOMEM MORRE AFOGADO EM PISCINA NA CIDADE DE BREJO DA MADRE DE DEUS



Durante a tarde de ontem (domingo) um jovem de 19 anos de idade acabou morrendo afogado em uma piscina no bairro Laranjeira em Brejo da Madre de Deus no Agreste de Pernambuco.
Segundo as informações repassadas para nossa reportagem, Jorge Manuel dos Santos Lima, de 19 anos de idade, estava bebendo com alguns amigos, quando resolveu mergulhar na piscina e não mais retornou a superfície.
Alguns minutos depois do mergulho, as pessoas que acompanhavam a vítima sentiram sua ausência, momento em que, foi feito o resgate, mas a vítima já estava sem vida.
A Polícia Militar fez o isolamento da área até a chegada da Polícia Civil que realizou o levantamento cadavérico e constatou uma lesão na cabeça da vítima, o que levanta a suspeita de que o rapaz tenha batido com a cabeça no momento que pulou na água.
O corpo foi encaminhado para o IML – Instituto de Medicina Legal – de Caruaru.
Do: Blog Agreste Notícia

RÓTULO DO CORPO | 30 ANOS COM VOCÊ!

Listras nunca perdem o charme. E você não pode perder de ter essa Pólo! 👕 #rotulodocorpo 


quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Brasil: parlamentar mais bem pago da América Latina

(Em dólares)

El País - Frederico Rivas

A crise econômica na América Latina atrai atenção para um problema antigo: a disparidade entre os ganhos dos parlamentares e o salário médio dos cidadãos que representam. O Brasil tem o maior rendimento para deputados e senadores da região, seguido de Chile, Colômbia e México. A Argentina não está no primeiro pelotão, mas está no centro da polemica da vez. A inflação de 40% prevista para este ano no país de Mauricio Macri não é um problema para seus deputados e senadores.

Num momento em que o Governo se nega a discutir reajustes salariais com os sindicatos, os parlamentares ganharão 47% a mais por seu trabalho no mês de outubro. A elevação se soma a outra, de 31%, aplicada em março, resultante de um acordo salarial envolvendo todos os funcionários do Congresso. Desta vez, porém, os legisladores não mexeram no seu salário básico, preferindo em vez disso até duplicar as verbas extraordinárias – para passagens aéreas, auxílio-moradia e gastos de representação, por exemplo. As cifras, definidas por consenso entre

Somados o salário e as verbas adicionais, um legislador argentino pode ganhar o equivalente a até 26.240 reais, pouco mais de 15 salários mínimos de 8.060 pesos (1.718 reais). O salário mínimo foi fixado em maio deste ano e já ficou 3.000 pesos abaixo da cesta básica de alimentos calculada pelo INDEC (Instituto Nacional de Estatística e Censos) para medir o índice de pobreza.

A última medição oficial, divulgada no fim de setembro, apontou que 32% dos argentinos são pobres. Cálculos extraoficiais realizados pela Universidade Católica Argentina (UCA) estabeleceram que desde janeiro 1,4 milhão de pessoas caíram abaixo do limite da pobreza e não ganham o suficiente para comer. “O salário [dos servidores do Congresso] já aumentou 31% em março, e agora, sobre isso, subiram 100% os gastos de representação, passagens e auxílio-moradia. Isso num país onde a metade ganha menos de 8.000 pesos por mês”, queixou-se Pitrola.

RÓTULO DO CORPO | 30 ANOS COM VOCÊ!


Cláudia agora investigada por gasto de cartão no país

O Globo - Cleide Carvalho Gustavo Schmitt

A jornalista Cláudia Cruz, mulher do deputado cassado Eduardo Cunha,  vai depor nesta quarta-feira ao juiz Sérgio Moro na ação em que é ré por lavagem de dinheiro, caso que trata das despesas feitas pela jornalista no exterior e de sua conta na Suíça. O depoimento não trata da movimentação financeira no Brasil.

O inquérito que apura a origem do dinheiro que abastece o cartão de crédito de Cláudia Cruz no Brasil está sob sigilo de Justiça. A investigação também trata de um empréstimo de Francisco Oliveira da Silva, no valor de R$ 250 mil, que teria sido feito para Cláudia Cruz em 2008 e ainda não foi pago. Em depoimento, a jornalista disse desconhecer a operação.


Elemento é preso após furta objetos e tentar raptar criança em SãoDomingos



 O imputado Evamilson Antônio da Silva, de 18 anos de idade, foi detido por populares após furtar vários objetos de uma residência e tentar raptar uma criança de apenas 2 anos.

 Segundo informações, o fato aconteceu na Rua Brasil em São Domingos distrito de Brejo da Madre de Deus. O acusado teria furtado segundo a vítima, um vídeo cassete, um perfume, uma mamadeira e uma lata de leite, porém apenas o vídeo cassete não foi recuperado pela Polícia Militar que atendeu a ocorrência.

 Ainda de acordo com a vítima, o elemento que reside na mesma comunidade, tentou levar seu filho, mas acabou sendo detido por populares que perceberam a ação criminosa.

Do: Blog Agreste Notícia

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

LERO PARTICIPA DO 12º CONGRESSO DA UMADEPA EM PÃO DE AÇÚCAR

No ultimo sábado (05), o prefeito eleito Ivanildo Mestre (Lero), participou de mais um Congresso de Jovens realizado pela Igreja Assembleia de Deus, na quadra da escola Gilzenete Guerra no distrito de Pão de Açúcar. 

Mais de duas mil pessoas participaram do evento, que teve uma programação vasta de louvor e adoração a Deus.

Caravanas de cidades circunvizinhas abrilhantaram ainda mais o evento. 

Lero ao lado de sua esposa, Graça.
"É um evento de grande importância para nosso município, podemos ver jovens de fé, dedicados ao nosso Senhor Jesus, onde pessoas participam ativamento do nosso congresso, inclusive pessoas de outras cidades e até de outros estados, quero desde já parabenizar toda igreja e a toda coordenação do evento", ressaltou Lero.

"Vejo o trabalhar de Deus na vida das pessoas através desse congresso, onde são transformadas e libertas por Deus, esse é o grande papel da igreja na sociedade, fazer com que todos se cheguem a Cristo, foram três dias de muita bênção, estão todos de parabéns, em especial aos nossos jovens, e ao nosso Pr. Eurival", destacou Hidequel Dilarrok.

Ainda estiveram presentes o amigo Hidequel Dilarrok, e os vereadores eleitos Oscar Miguel e Jurandir Ferreira. 

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Humberto: Temer deixará 95% das obras inacabadas

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, questionou, hoje, a decisão do governo de Michel Temer (PMDB) de, até o final do seu mandato, concluir apenas 5% das obras com investimentos federais que já estão iniciadas no País. Segundo Humberto, o número é “ínfimo” perto da quantidade de empreendimentos que estão nessas condições em todo o País (cerca de 30 mil) e confirma o descaso da gestão peemedebista com o dinheiro público.
“Temer não consegue sequer bater suas próprias metas. Inicialmente falou que planejava concluir, até 2018, 2.000 obras, o que já era muito pouco. Meses depois, reduziu esse número para 1.600. Se continuar assim, Temer não vai conseguir concluir uma obra sequer no seu mandato. E olhe que todas essas ações já tinham sido iniciadas antes deste governo temerário”, disse o senador.
Segundo Humberto, falta prioridade a Temer para concluir as obras. “Dinheiro para gastar com show de samba, o Palácio tem. Dinheiro para usar o cartão corporativo tem. Só não tem dinheiro para obra, para escola, para os projetos sociais”, ironizou o senador.
Para Humberto, uma eventual aprovação da PEC 55, que congela os recursos do Governo Federal, pode agravar ainda mais o problema. “Sabe o que vai acontecer quando o governo Temer não puder ampliar mais o déficit primário? Ele vai ter q tirar dinheiro de algum lugar para garantir os seus privilégios. E de onde ele vai tirar? Do pouco que vamos ter para a saúde, para a educação. Por isso, é fundamental a gente seguir lutando”, afirmou.

Eleição de Trump é “fim do mundo como o conhecemos”

Folha de São Paulo

Durante a corrida à Casa Branca, escancararam-se grandes diferenças no estilo de política externa dos EUA defendido pelos candidatos Hillary Clinton ou Donald Trump.
No limite, tais distinções remetem a dilema que frequenta a visão de mundo e a atuação externa dos EUA há pelo menos cem anos. Em grande parte de sua história, os EUA tiveram de optar por isolamento ou presença global.
No primeiro caso, amplamente observado no século 19, os norte-americanos forjaram sua política externa na compreensão de que seus vizinhos eram geopoliticamente fracos e de que a Europa era fonte dos males do mundo.
Cabia, portanto, fazer do Atlântico um "lago americano", com forte poderio naval. Quanto a intervenções para além das Américas, como foi a Primeira Guerra Mundial, os EUA poderiam atuar para ajudar a restabelecer equilíbrios geopolíticos regionais, mas não "ficar no mundo".
Foi justamente essa necessidade de permanecer nos palcos globais —como precondição da ideia de Ocidente depois da Segunda Guerra Mundial— a que Churchill convida os EUA em seu famoso pronunciamento no Westminster College, no Missouri há setenta anos. Esta foi a tônica do famoso discurso da "Cortina de Ferro".
Nesta campanha presidencial, Hillary defendeu a permanência do engajamento global dos EUA em termos econômicos e militares. Se vencesse as eleições, ela continuaria a defender o "pivô para a Ásia" da política externa, iniciado na presidência Obama, e que rompeu com uma tradição de 200 anos de priorização dos temas atlânticos.
Como presidente, Hillary traria consigo a experiência de haver chefiado o Departamento de Estado e, portanto, fluência nas minúcias da diplomacia.
A propósito, Hillary teria como companheiros na lista de presidentes que também foram Secretários de Estado nomes como Thomas Jefferson, James Madison, Monroe, John Quincy Adams, Martin Van Buren e James Buchanan (este um dos piores presidentes, segundo muitos analistas, por não haver evitado a Guerra Civil). Os EUA, portanto, não veem um presidente que anteriormente tenha exercido o cargo de secretário de Estado desde em 1857, quando Buchanan começou seu mandato.
Hillary manteria a estratégia de combate ao Estado Islâmico (EI) e à Al Qaeda sem o comprometimento de tropas americanas. Privilegiaria, assim, a utilização ampliada de tecnologia (com drones de ataque, por exemplo) e apoio logístico e de inteligência a forças locais, como na atual ofensiva das forças iraquianas contra o EI em Mossul.
A candidata democrata também se oporia a uma expansão do poderio militar chinês e suas ambições territoriais, sobretudo marítimas, bem como ao regime de Putin na Rússia.
Se vencesse, com Hillary haveria ao menos a possibilidade de reedição de uma nova iniciativa para as Américas. Foi o que ela sinalizou no discurso reservado que pronunciou numa reunião corporativa do Banco Itaú em 2013 —e que vazou pela imprensa via WikiLeaks. Talvez ali estava a verdadeira Hillary— e não a personagem protecionista que ela encenou durante a campanha.
Já Trump representa um fator "desglobalizante" para a política externa dos EUA. Washington provavelmente se afastará de muitos dos pilares que sustentam a visão de mundo dos EUA há décadas. Aumentam os embaraços com OTAN, Banco Mundial, FMI e as demais chamadas "instituições de Washington". Trump, se seguir a linha que indicou durante a campanha, denunciará o Nafta e rasgará o TTP, além de incitar a uma guerra comercial contra atuais parceiros como México ou China.
Outro fator notável será a abertura a uma maior cooperação com a Rússia de Putin, com quem Trump já trocou elogios públicos. Trata-se de uma enorme mudança em relação ao candidato republicano anterior – Mitt Romney – que durante a campanha de 2012 identificou no Kremlin o principal antagonista geopolítico dos interesses de Washington.
Trump se vale de parte da insatisfação econômica interna, como o sentimento de perda de postos de trabalho que a mão de obra industrial menos qualificada experimenta nos EUA, para disseminar soluções simplistas de política externa baseadas em preconceitos ou diagnósticos equivocados.
Deste bizarro acervo fazem parte proposições como banir a entrada de muçulmanos nos EUA, construir um muro na fronteira com o México, ou impor uma tarifa unilateral de comércio sobre exportações chinesas aos EUA no patamar de 40%.
Em relação à Ásia, com Trump os EUA tendem a retrair sua presença na região. Tal hipótese é ótima para a China, que gosta de se ver como geopoliticamente preponderante na Ásia, e ainda guarda grandes ressentimentos do Japão e sua belicosidade antes e durante a Segunda Guerra Mundial.
Com tal retração, aumenta consideravelmente o peso relativo da capacidade de dissuasão chinesa, e, portanto, diminui o leque de opções para potências intermediárias como Malásia, Filipinas e Taiwan, embora seja difícil pensar nesta última alinhando-se a Pequim, salvo no caso de incorporação de Taipei ao regime da China continental.
Já no que toca à Europa, Trump se identifica com movimentos nativistas ou isolacionistas. Assim foi com as forças que trabalharam em prol do "brexit" e pode-se dizer o mesmo em relação a esses grupamentos políticos que disputarão eleições na França e na Alemanha em 2017.
Os EUA sempre viram a existência da União Europeia e a Otan como algo central para seus interesses de estabilidade e segurança no Velho Continente. Isso continuaria com Hillary, que também buscaria avançar no TTIP —a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimentos. Já com Trump, tanto o Tratado do Atlântico Norte como a burocracia de Bruxelas perdem relevância. Navegamos em águas desconhecidas.
Pouco deve-se esperar da Casa Branca em termos de América Latina. A região não é prioridade para Trump. O México tem maior relevância seja em função do Nafta ou da questão imigratória.
Tudo isso, no entanto, dependerá de quanto da tresloucada retórica da campanha ele carregará consigo para a Casa Branca. O mais correto é dizer que Trump não tem um plano de política externa, apenas um conjunto de posições superficiais.
Numa canção de 1987 da banda de rock R.E.M ouvia-se "It's the End of the World as We Know It (And I Feel Fine)".
A eleição de Trump certamente representa a sensação de "fim do mundo como o conhecemos", mas com ela, ao redor do globo, poucos se sentem bem.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

19 segredos para manter a sexualidade em alta

Podemos aumentar nossa sexualidade? Os especialistas afirmam que sim, mas você precisa saber qual direção tomar para encontrar novas sensações. Para ajudá-la nessa jornada, nosso blog fez uma lista com 19 segredos escritos por sexólogos conceituados na França. De acordo com eles, para melhorar a sexualidade é preciso, primeiro, entender a psicologia geral do amor e do desejo.
Antes de mais nada, é bom saber: o principal órgão sexual é o cérebro. Então, o que acontece nele influencia enormemente o seu prazer e sua satisfação sexual. É, portanto, essencial agir a seu respeito tanto quanto a respeito dos próprios órgãos sexuais. Aqui, listamos 20 segredos para manter a sexualidade em alta:
1 – Ter confiança na sua própria beleza
“Uma mulher tem, muitas vezes, medo de não ser bonita o suficiente para ser desejável. Mas, na verdade, quando um homem está em intimidade física com uma mulher, com o corpo nu contra ela, para ele ela é a mulher mais bonita do mundo. Ele é tocado, movido pela intimidade, e isso inclui seus defeitos. Este é um belo presente, que é feito para o outro para mostrar vulnerabilidade. Ciente disso, lhe permita deixar para trás os complexos e desfrutar destes momentos maravilhosos.”

Drª Catherine Solano, médica sexóloga em Paris e autora de "Sexo-Ados".
2 – Sentir-se bonita para amar fazer amor
“Para uma mulher, é essencial se sentir bem em seu próprio corpo para que ela ame fazer amor. A preparação antes do amor é muito emocionante para nós. Você pode tomar um banho e cobrir seu corpo com um óleo perfumado ou um creme que torne a pele macia e deliciosa para cheirar. A mulher sente necessidade de se sentir mais atraente, mesmo considerando seus pequenos defeitos...”

Drª. Ghislaine Paris, médica sexóloga em Antony e autora de "Um desejo frágil".
3 – Erotizar o desejo
“Nunca pense que o desejo é dado de uma vez só. Precisamos cultivá-lo, e, para isso, uma das melhores ferramentas é a comunicação. Estou convencido de que falar é o melhor afrodisíaco”.

Dr. Michel Lombard, autor de "Sexualidade é saúde".
4 – Tentar ajustar os ritmos
“Um homem nem sempre sabe, no início de sua vida sexual, quando o orgasmo feminino se aproxima. Em uma mulher que nunca teve um orgasmo, pode ser necessária a prática de 45 minutos de carícias para aumentar a excitação o suficiente para levar seu parceiro ao orgasmo. Até mesmo no clitóris. Como o homem geralmente chega muito mais rápido à excitação máxima, é difícil imaginar que pode demorar tanto tempo para a sua parceira...mas é uma realidade. Este período tende a diminuir com a prática, porque quando se utiliza um reflexo como o reflexo do orgasmo, ele se torna mais vivo. Assim, aprenda a harmonizar os biorritmos e não apresse o ato. Quanto mais tempo investido, maior será o prazer...”

Drª Catherine Solano, médica sexóloga em Paris e autora de "Sexo-Ados".
5 – Explorar o prazer mental
“Uma forma muito emocionante é pensar em um jogo no qual, ao menos, vocês podem rir de forma segura. Um casal pode decidir sair enquanto a mulher não está usando calcinha sob a roupa, por exemplo. Apenas os dois sabem e isso proporciona uma intimidade, como um pequeno segredo a dois, e a emoção pode resultar na busca por uma ótima noite.”

Drª. Ghislaine Paris, médica sexóloga em Antony e autora de "Um desejo frágil".
6 – Entender as falhas
“Quando um homem não consegue ter uma ereção, não é fácil para ele. Em termos de identidade masculina, é muito difícil para um homem viver esta situação. Uma mulher que entende e que é reconfortante e companheira é um verdadeiro tesouro para o parceiro. Muitas vezes, basta dizer: 'Temos todo o tempo do mundo... hoje ou alguma outra vez...'. E, além disso, é bom que uma mulher saiba acariciar seu parceiro em outros lugares nas imediações, como testículos e coxas, sem se concentrar unicamente no pênis."

François Parpaix, médico sexólogo em Evian, autor do livro "Para ser melhores amantes".
7 – Procurar pelo prazer
"É necessário que os homens parem de pensar que a sexualidade é especialmente penetração. Eles precisam desenvolver seu lado feminino, tornar-se mais carinhosos e ficar mais perto de suas parceiras. Nessa condição, eles dão e recebem mais prazer."

Dr. Michel Lombard, autor de "Sexualidade é saúde".
8 – Aumentar a lubrificação e o prazer
"Para uma mulher, a tensão muscular excessiva – especialmente nas nádegas e nos músculos dessa área – tende a ser algo não-produtivo. Ela tende a diminuir a lubrificação vaginal por uma questão de equilíbrio: o sangue dos músculos tensos chega em menor quantidade aos órgãos sexuais. Você deve, portanto, aprender a relaxar essa área do seu corpo para realmente sentir prazer."

François Parpaix, médico sexólogo em Evian, autor do livro "Para ser melhores amantes".
9 – Mais prazer graças às posições
"As mulheres devem saber que, para os homens, existem posições mecanicamente mais agradáveis do que outras. Se um homem muda de posição, não é apenas pelo prazer da diversidade, mas pelas sensações.
Um exemplo: muitas vezes, quando uma mulher fica com as pernas em forma de tesoura, os pontos de pressão sobre o pénis não são os mesmos; ele fica mais apertado e muitas vezes a sensação é bastante voluptuosa.

Em contraste, em outras posições, a vagina pode estar mais larga – menos tonificada –, o que é menos desafiador. Cada casal deve encontrar suas posições ideais, porque as anatomias nunca são idênticas; cada um deve explorar para descobrir as sensações mais agradáveis."
Dr. Albert Barbaro, médico sexólogo e coautor de "Conhecer o amor, os segredos do prazer".
10 – Aproveitar o orgasmo sem penetração
"Seria bom para as mulheres entender que elas não necessariamente precisam de homens para ter orgasmos. A penetração do pênis na vagina não é o único caminho para uma mulher ter orgasmos. Outros prazeres propiciados por carícias de todos os tipos também são interessantes e importantes para explorar a diversidade de prazeres sexuais."

Dr. Gonzaga Delarocque, médico sexólogo em Paris e autor, na coleção "Equívocos", de um livro sobre homossexualidade masculina chamado "Os homossexuais".
11 – Estimular o clitóris
"Para ensinar um homem como ele deve acariciar o clitóris de sua parceira, é extremamente importante que ela lhe mostre como ela mesma o faz. Esta auto demonstração irá ensiná-lo o ritmo, a pressão, amplitude, quando continuar ou quando parar ... Porque normalmente nós acariciamos o outro como achamos que deve ser feito, e não como eles preferem. O mesmo vale para carícias no pênis."

Dr. Gerard Leleu, autor de "Sexualidade, o Caminho Sagrado" e "A carícia de Vênus"
12 – Aprender a arte da demora
"Para melhorar a sexualidade, muitos homens tendem a forçar seus músculos ao extremo. Isto é totalmente não produtivo. Contrair os músculos dos glúteos dá uma impressão de poder, mas, na verdade, tende a diminuir a ereção (em vez de ir para o pênis, o sangue permanece nos músculos das nádegas) e acelerar a ejaculação. É, portanto, melhor deixar os músculos dos glúteos relaxados durante o sexo!"

François Parpaix, médico sexólogo em Evian, autor do livro "Para ser melhores amantes".
13 – Uma carícia que dá prazer intenso
"Existe uma carícia que dá um prazer intenso: trata-se de acariciar o interior da boca com um dedo. Acariciar o interior da boca é sentir uma cavidade quente e úmida. É muito sexual, de alguma forma, chupar e morder os dedos. Esta é uma maneira muito simbólica de fazer amor."

Dr. Gerard Leleu, autor de "Sexualidade, o Caminho Sagrado" e "A carícia de Vênus"
14 – Revalorizar o beijo
"Entre as pessoas que vivem juntas, alguns casais não têm mais o costume de se beijar constantemente, o que é uma vergonha. Você pode, por exemplo, instituir a noite dos beijos: vocês não vão fazer amor, mas irão se abraçar e dar longos e intensos beijos... Provar o sabor dos beijos é provar a riqueza!"

Dr. Gerard Leleu, autor de "Sexualidade, o Caminho Sagrado" e "A carícia de Vênus"
15 – Uma carícia muito íntima
"Proponha a seu parceiro carícias sexuais com um gel ou óleo; isso muda tudo. Esta substância imita a suavidade da umidade vaginal. As carícias, então, terão uma sensação mais próxima da de fazer amor, trazendo um contato muito íntimo."

Dr. Gerard Leleu, autor de "Sexualidade, o Caminho Sagrado" e "A carícia de Vênus"
16 – Aprender a não ter pressa
"Acho que os homens se beneficiariam com a compreensão de que não é necessário ir mais rápido e forte quando fazemos amor. Muitas vezes, diminuir o ritmo é muito mais agradável para as mulheres. Um homem muitas vezes acredita que sendo mais rápido, será mais viril; o que é falso.

Como a vagina é sensível à pressão, para que haja uma boa é preciso criar uma concavidade, então o homem deve se retirar lentamente para isso acontecer. Além disso, os homens têm tudo a ganhar, já que fazer o movimento de “vai-e-vem” mais lentamente pode fazê-los durar mais tempo sem chegar ao orgasmo, proporcionando maior prazer."
Dr. Albert Barbaro, médico sexólogo e coautor de "Conhecer o amor, os segredos do prazer".
17 – Estimular certas áreas
"O clitóris não se limita à glande que pode ser vista a olho nu. Ele se estende sob a pele, em especial por meio de sua raiz ao osso púbico. É por isso que às vezes é muito sensual para uma mulher do que seu parceiro, durante a relação sexual, execute movimentos de “vai-e-vem” pressionando seu púbis. A aplicação de pressão nesse local estimula, ao mesmo, as raízes do clitóris, muito ricas em sensores de prazer que podem levar ao orgasmo."

Drª Catherine Solano, médica sexóloga em Paris e autora de "Sexo-Ados".
18 – O sexo oral que agrada...
"Para ter sucesso no sexo oral, algumas mulheres pensam que devemos engolir profundamente o pênis. No entanto, isto não é exatamente o mais agradável para o homem. Para provocar sentimentos agradáveis, não é necessariamente obrigatório imitar a relação sexual colocando o pênis inteiro na boca, como uma penetração vaginal. É melhor brincar com os lábios, lamber, agir sobre a superfície, dar pequenos beijos...

Vejo que algumas mulheres sentem vontade de vomitar durante o sexo oral, porque têm em suas fantasias a ideia de que é preciso ir tão longe quanto possível para dar prazer. E isso é uma vergonha."
Dr. Albert Barbaro, médico sexólogo e coautor de "Conhecer o amor, os segredos do prazer".
19 – O sexo oral que reaviva a chama
"Quando um homem “broxa”, poucas mulheres sabem enfrentar a situação da forma correta, especialmente quando se trata de sexo oral. Se ele for perfeitamente executado, pode estimular a ereção, mas raramente é perfeito! Para ser o máximo, é preciso fazer movimentos de vai-e-vem no pênis com a outra mão enquanto o realiza."
Fonte: Tão feminino