segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Ex recorreu a Lei Maria da Penha no DF contra pai que morreu com 4 filhos

Motorista deixou carta com ex-mulher antes de bater de frente em carreta. Mulher pediu à Justiça duas medidas protetivas de urgência contra ex.


Samara com a filha de 5 anos que morreu no
acidente (Foto: Reprodução)
A mãe das quatro crianças que morreram com o pai em um acidente de carro no Distrito Federal abriu dois processos contra o ex-marido no ano passado por violência doméstica na Justiça local. O acidente ocorreu no último sábado (24) na BR-070, em Cocalzinho de Goiás, no Entorno do DF. 

Marcos Aurélio Almeida Santos, de 42 anos, deixou com a ex-mulher uma carta minutos antes do acidente dizendo que ela não veria mais as crianças.

Segundo o Tribunal de Justiça do DF, em setembro e em dezembro do ano passado, Samara Alves da Silva, de 24 anos, pediu à Justiça medida protetiva de urgência pela Lei Maria da Penha contra Santos. Em dezembro, também foi aberto inquérito policial por injúria, tendo Samara como ofendida e Santos como ofensor. O inquérito foi juntado à ação que já tinha sido aberta em setembro. Os processos não chegaram a ser julgados.


Segundo uma familiar, que não quis se identificar, Santos ficou 47 dias sem ver as crianças por ordem judicial. De acordo com a mulher, em audiência nesta quarta-feira (21), o juiz autorizou que Santos pegasse os filhos para passear no fim de semana. O G1 não conseguiu confirmar a existência dessa ordem judicial com a vara responsável pelo caso.

O G1 teve acesso à carta de quatro páginas. "Samara, espero que quando você estiver lendo essa carta eu e os meus filhos já estejam (sic) bem longe", diz na primeira frase. "Hoje é um grande dia, para mim e meus filhos. Estaremos buscando um lugar de paz onde não exista humilhação e covardia."


'Relacionamento conturbado'

Segundo a parente de Samara, que não quis se identificar, Santos e Samara estavam juntos há sete anos, mas se separaram há dois meses. Ela afirmou que o relacionamento deles sempre foi conturbado, com idas e vindas. Disse, ainda, que Santos era agressivo e ciumento e que o casal sempre discutia.

"Ele agredia ela direto, mas era carinhoso com os filhos, apesar de às vezes bater neles", afirmou. "Acho que ele era bipolar, ele gostava muito dos filhos do jeito dele, né." De acordo com a mulher, Samara está em choque e está sendo medicada.

Após o acidente, Samara afirmou na delegacia que não leu a carta imediatamente depois que ela foi entregue. Quando começou a ler, Santos já tinha saído com as crianças. Segundo a parente da mulher, ele ameaçava Samara com frequência e, por isso, quando leu a carta, Samara não acreditou nas novas ameaças.

Os três irmãos envolvidos
 no acidente (Foto: Reprodução)

De acordo com a familiar, por volta das 7h de sábado, Santos foi buscar os filhos – três meninos e uma menina de 2,3,4 e 5 anos – para almoçar na casa do ex-sogro. Antes de sair, Santos pediu que Samara entrasse junto com os filhos no carro, mas ela se negou e os dois discutiram, segundo a parente.

A mulher conta que Santos colocou as crianças no carro e pediu que um dos filhos entregasse a carta à mãe. Na saída, segundo a parente, Samara falou para o ex-marido levar uma bolsa com fralda e roupas, mas ele afirmou que "para onde as crianças estavam indo não ia precisar mais de fraldas e roupas", segundo o relato. 

Minutos depois de saírem da casa, o carro em que os cinco estavam colidiu frontalmente contra uma carreta. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Santos tentou fazer uma ultrapassagem, mas acabou batendo no veículo de carga. O carro ficou destruído. Todos os ocupantes do veículo morreram no local. O Corpo de Bombeiros teve que remover o capô do carro para retirar as vítimas. O motorista da carreta teve ferimentos leves.

Trecho final da carta que o motorista entregou a ex-mulher minutos antes do acidente (Foto: Reprodução)
Na última frase da carta entregue à ex-mulher, ele se despede. "Hoje 24-01-2015 será o último dia que você verá seus filhos e seu marido", afirma na quarta página. "Pode ficar com a casa em Vicente Pires e retornar a sua vida, mas com meus filhos você não viverá essa pouca vergonha.

Investigação


Na delegacia de Águas Lindas, o acidente foi registrado como quatro homicídios e um suicídio. Segundo o delegado Renato Sampaio, há indícios de que não se trata de um acidente, "já que a carta tem um tom de despedida", mas as investigações continuam. De acordo com o delegado, o motorista do automóvel se separou há pouco tempo da mãe das crianças.


Carro bateu de frente contra caminhão, na BR-070 (Foto: Divulgação/PRF)

O motorista da carreta não havia sido ouvido até o fim da tarde deste domingo.  O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Águas Lindas de Goiás, que é responsável por apurar crimes na região onde o acidente aconteceu. No entanto, na segunda-feira (26) a investigação será transferida para a Delegacia de Homicídios do município.







HOMEM É ESQUARTEJADO NA CIDADE DE SIRINHAÉM, MATA SUL

Imagem Ilustrativa
O corpo de um homem foi localizado esquartejado, na tarde de sábado (24), no bairro dos Casados em Sirinhaém, Mata Sul pernambucana.
De acordo com a Polícia Militar, o corpo seria de José Edson dos Santos, de 31 anos, que estava desaparecido desde a última quinta-feira (22). Populares informaram à polícia que a vítima fazia parte de uma quadrilha que tinha como líder um elemento conhecido por “NEM DA BAIXADA” e que dois elementos não identificados chamaram a vítima pra conversa com o tal do NEM e não foi mais visto.
Ainda segundo a PM, o corpo foi localizado em um Mangue, totalmente esquartejado, tendo o tórax sido separado dos membros inferiores e separado ao meio ficando cada braço para o lado, não sabendo informa se a cabeça permanece ligada ao tronco, porém há informes de que a vítima teria sido executada com cerca de dez disparos de arma de fogo e teve sua cabeça arrancada e enterrada próximo ao corpo.
Quando desapareceu, o homem se utilizava de uma moto NX 150 de cor vermelha e placa PGU-4171, que segundo a polícia não foi localizada. (Agreste Violento)

Central empata no Limeirão e conquista título do primeiro turno do Campeonato Pernambucano de Futebol

Fotos: Elivaldo Araújo /  Blog do Ney Lima

O Central de Caruaru se sagrou campeão da primeira fase o Campeonato Pernambucano de Futebol na tarde deste domingo (25) no Estádio Otávio Limeira Alves (Limeirão) em Santa Cruz do Capibaribe.

Além de se tornar campeão, a equipe caruaruense comemorou o título no gramado do seu maior rival com uma taça simbólica para coroar o triunfo da fase.


A equipe se tornou campeã com uma rodada de antecedência após empatar com o Ypiranga por 1 a 1 e contar com a goleada do Serra Talhada sobre o Vera Cruz.


O Central foi campeão com: Beto; Fabinho, André Lima, Sinval e Weverton; Natanael, Luiz Fernando (Sóstenes), Jaílton e Tiago Laranjeiras (Roger); William e Candinho (Erick).  Técnico: Laelson Lima.

APROVEITE O CARNAVAL DE ÓCULOS NOVO - ÓTICA INOVAÇÃO


Mais informações:(81) 3741-8101/ 9550-8382 ou passe em uma de nossas lojas, rua. João José da Silva, 126 - Pão de Açúcar.

Trav. Júlio de Morais, 74 - Centro - Santa Cruz do Capibaribe.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Quase R$ 2 milhões/ano, custa cada deputado ao país

4ad0dd6ab3fa474205aa7d0fc3c82587plenario

Do blog Diario do Poder

Cada excelência da Câmara dos Deputados vai custar ao contribuinte R$ 1,95 milhão este ano, contabilizados salário, verba de gabinete, auxílio moradia e o indecoroso “cotão parlamentar”, que já foi usado até para bancar canais de TV adultos. O valor é a média auferida pelos 513 deputados. Aqueles com cotão mais polpudo chegam aos R$ 2 milhões ao ano. Só em salário, até dezembro, cada um vai levar R$ 471,8 mil.

Cada noite de sono dos parlamentares custa ao contribuinte R$ 930 mil. Suficiente para comprar 3.795 cestas básicas no Nordeste. Áreas administrativas, legislativas e os gabinetes ganharam quase R$ 1,2 milhão em mobília novinha. O ‘mimo’ é para lideranças partidárias.

Ainda em 2015 a Câmara deve ampliar seu Anexo IV, ao custo de R$ 95 milhões, e repaginar apartamentos funcionais, por R$ 22,5 milhões.

Alepe: luta por lugar de Uchoa pode envolver sociedade

Deputados Rodrigo Novaes e Alberto Feitosa querem abrir as discussões sobre a necessidade de alternância do poder na Assembleia Legislativa

Do Diario de Pernambuco
Em reunião realizada entre parlamentares descontentes com a reeleição de Guilherme Uchoa (PDT) para a presidência da Assembleia Legislativa do Estado, um grupo de deputados decidiu lançar, ontem, um manifesto defendendo o princípio da alternância do poder na Casa. Os nomes de Rodrigo Novaes (PSD) e Alberto Feitosa (PR) continuam como alternativas para a disputa. Uchoa tentará o quinto mandato e já conta agora com um adversário: Edilson Silva (PSol), que oficializou sua candidatura na semana passada.
Para o grupo de Novaes e Feitosa, o fato de o PSB - de quem ambos são aliados - ter se inclinado em favor da candidatura de Uchoa abriu precedente para que a discussão em torno de novos nomes surgisse. “Os deputados estaduais deveriam levar em conta a emenda à Constituição do deputado Raimundo Pimentel (PSB), de 2011, que impede a reeleição do presidente da Casa para mais de dois mandatos”, disse Novaes.

A questão é que a procuradoria da Assembleia ainda está avaliando se Uchoa está certo ao afirmar que a emenda não deve ter efeito retroativo. Ela foi implementada quando ele já exercia o seu atual mandato e, em não retroagindo, só passaria a valer a partir deste ano. Os procuradores garantem dar sua posição até terça-feira

Esta semana, o grupo de parlamentares ligado a Novaes e Feitosa levarão para o plenário a discussão. “Queremos chamar a sociedade para discutir conosco o tema”, afirmou o deputado. A eleição para a Mesa da Assembleia Legislativa acontecerá no próximo domingo.

sábado, 24 de janeiro de 2015

EXCLUSIVO - MORADORES DE PÃO DE AÇÚCAR INTERDITAM A PE-160, EM PROTESTO CONTRA A INSEGURANÇA.

Moradores atearam fogo em barricada e via foi interditada. O Trânsito ficou parado por quase duas.




Mais de 300 moradores do distrito de Pão de Açúcar interditaram na noite de sábado (24) a rodovia PE-160, que liga o distrito a Santa Cruz do Capibaribe, região setentrional de Pernambuco. Eles atearam fogo em uma barricada que atravessava a pista. O trânsito ficou parado por mais de uma hora. Os manifestantes reclamam da insegurança que amedronta toda sociedade civil.

Em menos de 30 dias já se registram diversos assaltos à mão armada, onde na oportunidade na manha deste sábado um jovem cidadão de bem foi assaltado e alvejado por dois tiros, segundo informações da família o estado de saúde do jovem não é grave.




Diversas viaturas compareceram para tentar resolver a causa, onde propôs a população que fizesse uma comissão de moradores e organizassem uma reunião convocando autoridades responsáveis pela a segurança do distrito, para tratar e tentar solucionar esse problema.





“Temos dois anexos da Policia Militar aqui no distrito, ambos geralmente estão de portas fechadas, foi doados celulares aos responsáveis pelas rondas da PM aqui em Pão de Açúcar, mas quando ligamos às vezes não atendem,  e também o efetivo não é suficiente para atender não só Pão de Açúcar mais também como outras comunidades vizinhas, infelizmente não aguentamos mais essa insegurança, enquanto os meliantes estão por ai soltos, nós cidadãos de bem somos obrigados a viver presos dentro de nossas casas, por medo de ser assaltado ou morto por um desses malfeitores que estão à solta por ai”, desabafou o Sr. Eduardo, morador e defensor de Pão de Açúcar.

O principal objetivo dessa manifestação é chamar a atenção das autoridades, pois Pão de Açúcar, ou melhor,  a população está cem por sento abandonada. 

Blog Pão de Açúcar News

Acidente grave na PE 160 na via urbana de Jataúba.


Mais um acidente na PE 160, no trecho que corta a cidade de Jataúba, o local está sendo chamado de “rota de colisão”, nesta localidade já tivemos mortes e vários acidentes, desta feita foi um popular conhecido por Branquinho, que colidiu sua moto em um carro, e teve fratura exposta em uma de suas pernas.

Segundo alguns populares, Braquinho tinha ingerido bebidas alcoólicas, e quando trafegava na via urbana da cidade sentido matadouro na referida PE ,o mesmo colidiu com uma estrada que vinha sentido contrario e em alta velocidade, foi solicitado o SAMU onde foi feito os primeiros socorros e em seguida foi levado para o Hospital Municipal, para ser transferido para capital pernambucana. 
Lembrando que já foram feitos vários pedidos para que fossem implantadas as lombadas naquela localidade, a população mais um vez pede encarecidamente, que nossos representantes tomem consciência e faça com que estas lombadas saiam do papel, e venha ser implantadas, caso contrario não vamos parar de ver cenas como estas. 

Collar Blog Jataúba News. 

Dirceu avisa: se voltar para a cadeia não vai sozinho



José Dirceu já fez chegar a todos os interessados que não voltará para a cadeia e, se tiver que ir, não irá sozinho. Nesse sentido, há quem esteja meio intrigado com o silêncio de Lula. Desde a posse, o ex-presidente não se manifesta. Espera-se que quebre esse gelo no aniversário do PT, em 6 de fevereiro, em Belo Horizonte. A informação é de Denise Rothenburg, na sua coluna do Correio Braziliense.



Diz ainda a colunista que as notícias tentando ligar as consultorias de José Dirceu às propinas pagas como parte do esquema da Petrobras deixaram o PT como aquele personagem que não pode se mexer. Se defender demais o ex-ministro da Casa Civil, deixará irada a ala do partido que trabalha para se blindar dos malfeitos do período do mensalão. Se não defender aquele que foi sempre fiel ao expresidente Lula, a ala ligada ao ex-ministro ficará ainda mais frustrada.

Recebeu favor e doou R$ 17 milhões à campanha de Dilma

Walter Faria, dono da cervejaria Itaipava, conseguiu renegociar em 24 horas empréstimo camarada com o Banco do Nordeste
ÉPOCA - Murilo Ramos, com Marcelo Rocha, Filipe Coutinho e Flávia Tavares


No começo de 2013, o empresário Walter Faria, dono da Cervejaria Itaipava, a segunda maior do país, queria expandir seus negócios ao Nordeste. A primeira parte do plano envolvia a construção de fábricas na região. Ele optou por erguer a primeira em Alagoinhas, na Bahia, em razão de generosos incentivos fiscais. Faltava o dinheiro para a obra, e conseguir crédito não seria uma missão fácil. Faria e seu Grupo Petrópolis, que controla a Itaipava, tinham nome sujo na praça – e uma extensa ficha policial. Deviam R$ 400 milhões à Receita, em impostos atrasados e multas por usar laranjas, além de notas fiscais.

Em 2005, Faria fora preso pela Polícia Federal, acusado de sonegação fiscal. Ficou dez dias na carceragem da PF. Três anos depois, em outra operação da PF, Faria acabou denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção ativa, formação de quadrilha e por denúncias caluniosas.

Segundo as investigações, Faria armara um esquema para retaliar os fiscais da Receita que haviam autuado sua cervejaria anos antes. Iria difamá-los. Contratara para o serviço ninguém menos que o operador do mensalão, Marcos Valério Fernandes de Souza. A PF encontrou R$ 1 milhão na sede da Itaipava em São Paulo – dinheiro que, segundo a acusação, serviria para pagar chantagistas. 

Valério foi preso, mas Faria perseverou. Diante dessa ficha, qual banco toparia emprestar dinheiro para Faria e suas empresas? O Banco do Nordeste, o BNB, criado no governo de Getúlio Vargas para ajudar no desenvolvimento econômico da região – mas que, desde então, é usado com alarmante frequência para ajudar no desenvolvimento econômico dos políticos que mandam nele.

Desde que o PT chegou ao poder, em 2003, o BNB, custeado com R$ 13 bilhões em dinheiro público, vem sendo aparelhado pelo partido. As previsíveis consequências transcorreram com regularidade desde então. Escândalos, escândalos e mais escândalos. O último deles, em 2012, revelado por ÉPOCA, derrubou a cúpula do banco após a PF entrar no caso – e deflagrou uma cascata de investigações dos órgãos oficiais, como a Receita, o Tribunal de Contas da União e o MP. 

Apesar disso, o aparelhamento petista no BNB perseverou, como Faria perseverara. Ambos perseveraram porque partidos como o PT precisam de empresários como Walter Faria, e empresários como Walter Faria precisam de partidos como o PT.



sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Três em cada quatro mulheres preferem os "gordinhos"

 Foto: Getty ImagesFoi-se o tempo em que homens de barriga tanquinho faziam sucesso entre as mulheres. Claro que, para olhar e desfilar na frente das amigas, eles continuam em alta, com seus bíceps, tríceps e abdômens impecavelmente trabalhados. Mas pesquisa divulgada no tabloide britânico Daily Mail revela que, na hora de ir para a cama, é dos gordinhos que elas gostam mais. 

Três em cada quatro entrevistadas afirmaram que preferem um parceiro fora de forma, mas amoroso, do que um saradão, e 96% preveem que um encontro com um rato de academia tem tudo para acabar em frustração. Confiram o vídeo a seguir:



Fonte: WebNews

POLÍCIA CIVIL INCINERA APROXIMADAMENTE 50 QUILOS DE MACONHA




 Policiais Civis da Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe incineraram durante a tarde de ontem (quarta-feira) aproximadamente 50 quilos de maconha que foram apreendidas em diversas ocorrências na Capital da Moda e cidades circunvizinhas.


 Segundo as informações, a droga foi cremada através de recomendação do Fórum da cidade de Santa Cruz. Ainda de acordo com a Polícia, além da maconha também estava uma quantidade menor de crack.

Do: Blog Agreste Notícia

9º CONGRESSO DA UMADESC

BANDA MUSICAL SÃO JOSÉ: UM PATRIMÔNIO DE VERTENTES!

*Dr. Paulo Lima

Joca Souza Leão, cronista dos melhores, costuma dizer, que, para você escrever um artigo basta que lhe dêem o mote. E não é que ele tem razão? Não que eu seja cronista, longe disto, já que vocês, minha meia dúzia de fieis e pacientes leitores sabem que sou, sim, um grande enxerido! Mas, esta semana o meu prezado conterrâneo FERNANDO BARBOSA me fez um desafio, para que escrevesse um artigo sobre a nossa querida e centenária Banda de Música de nossa cidade, não menos querida, Vertentes. Aceitei de pronto, como enxerido que sou. E para mim não me custou nada, pois guardo desse tempo de quase infância, lembranças que jamais se apagarão da minha memória. E não somente lembranças, pois foi graças a esta Banda de Música que pude concluir os meus estudos! É que naquela época, por volta de 1971, 72, quando comecei a minha iniciação musical, minha família não tinha recursos financeiros para que eu pudesse custear os meus estudos e foi graças a esta profissão de adolescente que pude pagar as passagens de ônibus para a cidade de Surubim, onde cursei o Colegial, já que, não raras vezes, os meus pais sequer tinham o dinheiro da passagem de ônibus.  Como naquela época, já por volta de 1975/76, os prefeitos e chefes políticos da região costumavam valorizar esta autêntica cultura milenar das cidades interioranas, a banda de música era a principal atração das festividades religiosas da região e eu podia, com as chamadas tocatas, amealhar valorosos “trocados”, os quais davam para pagar as passagens e ajudar na economia de casa. E foi assim que terminei os meus estudos secundários, graças a esse grande patrimônio de nossa cidade!

Hoje, infelizmente, não é mais assim, pois os chefes políticos preferem gastar vultosas verbas dos cofres públicos com atrações musicais de gosto duvidoso, como o cantor Pablo (me desculpem o palavrão), por exemplo.  É que cantores desse naipe estão na moda, diriam vocês e respondo: quem sou eu para dizer o contrário! Afinal os donos do cofre são outros... Voltemos às recordações.

Lembro que comecei a estudar música por incentivo do meu primo Geraldo Pessoa, que para mim era como um irmão mais velho; um ano, se não me engano, cujas circunstâncias da vida nos fizeram trilhar caminhos absolutamente distintos, por conta de fatos que não gostaria de declinar nestas mal traçadas linhas.

 Lembro da Banda Musical São José desde criança, a abrilhantar (abrilhantar mesmo) as festividades do nosso Padroeiro, sob a regência do Maestro José Coelho. Naquela época não existia essa estória de curso superior de música; os alunos eram iniciados por músicos práticos, que tinham noções de teoria, as quais eram transmitidas para os alunos, de forma brilhante e catedrática, cabe ressaltar, a exemplo desse grande músico.    Não fui seu aluno, pois na ocasião já havia se afastado da regência.  A tarefa coube a Adolfo (não lembro o sobrenome), um clarinetista como nunca vi igual, que, nas horas principais do dia complementava a sua renda com o nobre ofício de sapateiro, tendo vindo de Toritama, nossa cidade vizinha, que na época era conhecida como a capital do calçado, para nos transmitir as primeiras lições.

Na minha época de criança a Banda de Música São José era uma das melhores da região, pois era composta de uma verdadeira seleção de craques. Lembro de alguns deles: Antônio Balbino, João Beato, João Morcego, Titico e Divaldo de Amaro Guarda, Manoel Tejo, José Agápito, meu tio, seu Júlio da tuba, dentre outros. Seu Júlio era uma figura... Era uma pessoa extremamente pacata, mas quando tomava “umas e outras” ficava valente que só, e passava a se autodenominar de “Júlio perigoso”, vejam vocês!   Ainda tive o prazer de conviver como colega de banda de todas estas figuras, que aos poucos foram sendo substituídas por novos colegas, a exemplo de GERALDO BARBOSA, mais conhecido como Geraldo dos Correios, GILVANDRO BARBOSA, “Zé Mangangá”, seu irmão, GERALDO PESSOA, meu primo, REGINALDO CABRAL, dentre outros... A Presidência da sociedade Musical São José das Vertentes, cabia, na época, a INÁCIO CAVALCANTI, um verdadeiro sacerdote, que, não raras vezes tirava dinheiro do seu próprio bolso, para custear despesas com a manutenção dos instrumentos musicais.

Sei que nos dias atuais o meu amigo GILVANDRO BARBOSA é o grande baluarte desta nobre instituição, a qual vive quase à míngua, já que os atuais mandatários da nossa cidade pouco ou quase nada fazem para manter vivo esse patrimônio de Vertentes.  Vez por outra doam um fardamento tinto sangue, para lembrar a cor da agremiação do seu partido, e lá vão os valorosos colegas, vestidos de vermelho... E não é só. Para que vocês tenham uma idéia do desprezo dessas pessoas para com a nossa Banda de Música basta registrar, que, por ocasião da reforma de sua sede, custeada pela prefeitura, cuja obra custou uma pequena fortuna, dizem que ainda surrupiaram parte do terreno dos fundos, que pertencia à nossa Banda de Música, vejam vocês!

Mas, apesar de todos esses percalços, segue ela firme na sua missão de preservar esta cultura milenar. Oxalá continue viva e orgulhando a nós, vertentenses, por mais alguns séculos!


*DR. PAULO ROBERTO DE LIMA é graduado em Filosofia pela Universidade Católica, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Recife, advogado e atualmente exerce o cargo de Procurador Federal.

Silêncio intrigante

Na profunda e preocupante crise que o Estado vive desencadeada no sistema presidiário, o governador Paulo Câmara (PSB) cancelou a sua agenda pública, se recolheu ao gabinete refrigerado e não deu um pio. Pernambuco, pelo menos até o momento, não sabe, portanto, o que o governador pensa sobre o momento.
Para a linha de frente, escalou secretários e o comando da Polícia. Existem medidas e propostas do Governo? Sim, mas não explicitadas pelo chefe maior do Estado. Mas não seria aconselhável esperar comportamento diferenciado de Câmara, porque seu estilo é diferente do ex-governador Eduardo Campos.
Eduardo, ao contrário de Câmara, teria ido para a linha de frente desde o primeiro momento, enfrentando inclusive a mídia. Era seu estilo, agressivo, aguerrido e corajoso. E deu certo! Nas grandes crises, ninguém sangrou porque ele esteve o tempo inteiro no seu comando.
Falando, ouvindo, agindo e até dando o murro na mesa. Um grande político ou gestor se forja nas mais temíveis adversidades. Todo o ambiente é favorável ao forte; de um modo ou de outro ele o ajuda a cumprir a missão que se impôs e a conseguir ir porventura mais além das barreiras marcadas.
Voltaire, pensador francês, dizia que não existem grandes conquistadores que não sejam grandes políticos. “Um conquistador é um homem cuja cabeça se serve, com feliz habilidade, do braço de outrem”, ensinou ele. Esta lição provavelmente tenha levado Eduardo a ser agressivo na ação, diferente do seu sucessor.
Porque, convenhamos, Eduardo foi forjado na política. Câmara, na área técnica. São poucos os políticos que tinham o manejo da política como Eduardo. Num momento de uma crise como esta, ele usava a sua sabedoria política para vencer todas as barreiras. Eduardo fazia assim, porque ouvia pouca gente.
O que valia, de fato, para ele, era o seu feeling. Já Paulo, ouve muita gente, até pela pouca experiência política. Ao escrever “O Príncipe”, Maquiavel desejava guiar os governantes, alertando-os sobre as armadilhas da selva política, esta mesma selva que vive, hoje, Paulo Câmara.
Um príncipe, seguindo os preceitos de Maquiavel, não devia medir esforços nem hesitar, mesmo que diante da crueldade, se o que estivesse em jogo fosse a integridade nacional e o bem do seu povo.
Câmara age sem falar, tomando decisões em cima do conjunto do que pensa seus assessores mais próximos. Não sabe que as pessoas de sucesso na gestão pública são aquelas que sabem reconhecer a necessidade de provocar, em vez de esperar para se adaptarem ao que os outros dizem ou pensam.
Do Blog do Magno

José Dirceu investigado na Operação Lava Jato


 A Justiça Federal determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, do irmão dele Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e da empresa JD Assessoria e Consultoria Ltda., que pertence aos dois. Para o Ministério Público Federal, há indícios de que a empresa tenha recebido recursos de empreiteiras ligadas ao esquema de corrupção na Petrobras, desvendado pela Operação Lava Jato.


De acordo com a decisão, a JD Assessoria e Consultoria recebeu, entre 2009 e 2013, R$ 3.761.000,00, das construtoras Galvão Engenharia, OAS e UTC Engenharia. As três empresas tiveram executivos presos no início de dezembro, quando foi deflagrada a sétima fase da Lava Jato.

Com a quebra de sigilo, os procuradores querem saber se os pagamentos feitos à JD Assessoria e Consultoria foram para o pagamento de propinas, tal como ocorria em empresas de fachada comandadas pelo doleiro Alberto Youssef, também preso na Operação Lava Jato.

Em nota, José Dirceu confirma que prestou serviços de consultoria às empresas citadas no documento da Justiça Federal. O ex-ministro ainda se colocou à disposição para prestar esclarecimentos ao Judiciário.  (Portal G1)

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Pescadores capturam raro tubarão 'pré-histórico' na Austrália

Tubarão-cobra foi encontrado por pescadores australianos: corpo parece o de uma enguia (Foto: www.setfia.org.au/Divulgação)
Tubarão-cobra foi encontrado por pescadores australianos: corpo parece o de uma enguia (Foto: www.setfia.org.au/Divulgação) Da EFE
Um grupo de pescadores capturou um exemplar de um raro tubarão-cobra, conhecido como o "fóssil vivo", nas águas do sudeste da Austrália, informaram nesta quarta-feira (21) os meios de comunicação locais.
Este tubarão, cujo nome científico é Chlamydoselachus anguineus, tem a cabeça e a cauda como as de qualquer tubarão, mas seu corpo é mais parecido com o de uma enguia. Ele tem cerca de 300 dentes distribuídos em 25 fileiras. Já foram encontrados fósseis dessa espécie com mais de 80 milhões de anos.
Exemplar de tubarão-cobra encontrado tem 2 metros de comprimento (Foto: www.setfia.org.au/Divulgação)
Exemplar de tubarão-cobra encontrado 
tem 2 metros de comprimento 
(Foto: www.setfia.org.au/Divulgação)
O exemplar, de cerca de dois metros de comprimento, foi capturado perto dos lagos Entrance, no estado australiano de Victoria, e segundo Simon Boag, da Associação da Indústria de Pesca com Rede do Sudeste (SETFIA), é a primeira vez que o animal é visto na região.
"Realmente parece que existe há 80 milhões de anos. Tem um aspecto pré-histórico, parece ser de outro tempo", disse Boag à emissora local "ABC".
Os cientistas da Organização de Pesquisa Científica e Industrial da Comunidade da Austrália (CSIRO) confirmaram que se trata de um tubarão-cobra, uma espécie conhecida pela comunidade científica, mas raramente avistado por pescadores.
Geralmente este animal é visto em profundezas de mais de 1,2 mil metros, embora o exemplar capturado estava a cerca de 700 metros.

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 34 milhões; veja números

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 1671 da Mega-Sena sorteado nesta quarta-feira (21) e com isso o prêmio acumulado para o próximo concurso, a ser realizado no sábado (24), é de R$ 34 milhões.

Confira os números sorteados:

(21 – 27 – 31 – 45 – 55 – 56)

Na segunda faixa da premiação, 71 pessoas acertaram cinco dezenas (quina) no concurso e devem ganhar R$ 43.701,29. Outros 5.343 apostadores que conseguiram acertar as quatro dezenas (quadra) devem ganhar R$ 829,60.

A aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 2,50 e pode ser registrada em qualquer unidade lotérica do País. As apostas podem ser feitas até às 19h do dia do sorteio.

Bolão

Apostadores podem concorrer ao prêmio em grupo com o Bolão Caixa: basta preencher no campo próprio do Bolão, no volante, a quantidade de pessoas que participarão da aposta. O apostador também pode solicitar diretamente ao atendente da lotérica, informando os números da aposta e a quantidade de cotas desejada.

Os bolões da Mega-Sena têm preço mínimo de R$ 10, e cada cota deve ser de, pelo menos, R$ 4, sendo possível realizar um bolão de, no mínimo, duas e, no máximo, 100 cotas. 

Caso o apostador adquira cotas de bolões organizados pelas lotéricas, poderá pagar a tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota. Nas duas opções, será emitido o recibo da cota, com o qual o apostador poderá resgatar seu prêmio, caso seja ganhador, em qualquer agência da Caixa. (Terra)

HOMICÍDIO NO ALTO CRUZEIRO EM QUIPAPÁ

Homicidio em Quipapá-agresteviolento.com.br
Dois elementos encapuzados assassinaram um homem com dois tiros de espingarda 12, na noite de terça-feira (21) no Morro da Celpe – Alto do Cruzeiro – Quipapá. De acordo com a PM, os tiros atingiram o abdome de Jaílson Tibúrcio da Silva, de 24 anos, que faleceu no local. 
No bolso da vítima foram encontradas 10 munições de calibre 38, intactas. Ainda segundo a polícia, populares informaram que ele tinha armas de fogo em casa e alugava para elementos da região praticar assaltos e homicídios naquela região.
A Polícia Civil encaminhou o corpo para o IML de Caruaru. (Agreste Violento)

Grupo decide hoje se peita Uchoa na briga pela Alepe

 Deverá sair hoje a definição do grupo do qual fazem parte os deputados Alberto Feitosa(PR) e Rodrigo Novaes(PSD)  sobre o lançamento de uma terceira candidatura para enfrentar o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa(PDT), que disputa um quinto mandato no cargo. Eles se reúnem durante a tarde com alguns deputados que apoiam o nome de Novaes para disputar o cargo.

O encontro estava previsto para ontem, mas foi adiado devido à possibilidade de greve da Polícia Militar. Enquanto isso, o PSB, que soma a maior bancada da Casa, com 15 deputados, permanece indeciso se lança nome para a disputa ou apoia a reeleição de Guilherme Uchoa.
O deputado estadual eleito, Edilson Silva (PSol), confirmou ontem a candidatura à presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco. “Queremos simbolizar, antes de tudo, um gesto em defesa da Constituição, da transparência via independência dos Poderes, frisando a necessidade da participação popular no Legislativo”, afirmou em em nota divulgada ontem.
Edilson Silva fez questão de ressaltar que não se lança em uma candidatura anti-Uchoa, como, de acordo com ele, tem feito os deputados Alberto Feitosa (PR) e Rodrigo Novaes (PSD).               
(Com informações do Diario de Pernambuco -  Júlia Schiaffarino e Cláudia Ferreira)